22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMontijoRega pública inunda caves de prédio no Bairro da Bela Vista

Rega pública inunda caves de prédio no Bairro da Bela Vista [com vídeo]

A situação é recorrente há anos. Paulo Assis, residente, diz que o imóvel já apresenta sinais de desnivelamento e fissuras, face a sucessivas infiltrações

 

- PUB -

Desde “pelo menos há três anos” que as inundações são recorrentes no prédio onde reside Paulo Assis, no Lote 1 da Praça da Paz, no Bairro da Bela Vista, zona do Afonsoeiro, Montijo. Hoje, os moradores voltaram a ser confrontados com água nas caves do imóvel. “Dizem [os serviços da Câmara Municipal] que o problema é de um tubo de rega dos jardins”, conta Paulo Assis, inconformado.

Segundo o morador, a canalização de rega está instalada junto ao prédio, que, faz notar, “começa a dar sinais evidentes de danos, de desnivelamento e a apresentar fissuras”. Na ocorrência registada nesta sexta-feira, “uma cave ficou inundada e outras também já estavam com água”, lamenta. Ao mesmo tempo, sublinha que já perdeu a conta aos episódios, que continuam a acontecer e sem solução à vista. “Todos os anos, pelo menos desde há três que estou cá a residir, que [os serviços da autarquia] vêm e fazem remendos nesse tubo. Mas passado um mês ou dois, as inundações voltam a acontecer”, critica. E reforça: “Ainda na passada semana estiveram cá a proceder a arranjos, mas…”.

Ver vídeo: https://fb.watch/4MdFcNElYH/

- PUB -

A situação tem causado vários prejuízos. “No meu caso, já sofri danos significativos em material de construção e mobílias que ali tinha guardadas. Foi no ano passado. Se a autarquia quer continuar a gastar desnecessariamente o dinheiro de todos nós nas facturas de materiais que ficam destruídos e no desperdício de tanta quantidade de água, muito bem”, ironiza.

Paulo Assis diz que propôs uma solução aos serviços da autarquia. “Já que o problema é recorrente, suspendam a rega da relva até que consigam efectuar uma reparação eficaz de uma vez por todas. Se suspenderem a rega por esse motivo, com certeza que ninguém se importará”, atira.

Na inundação desta tarde, o morador diz ter voltado a chamar o piquete de serviço. Mas ficou desolado. “Liguei pelas 14h30, mas transmitiram-me que não tinham ninguém disponível para cá vir antes das 16 horas. E a água sempre a entrar e a acumular-se.”

- PUB -

A preocupação maior, agora, é a de que o imóvel, face a sucessivas infiltrações nas caves, possa “estar a afundar”. Até porque, “já se nota algum desnivelamento, além de fissuras e azulejos estalados no interior”, conclui.

O SETUBALENSE, através de e-mail, questionou a Câmara Municipal do Montijo, mas até ao momento ainda não obteve resposta.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -