17 Abril 2021, Sábado
- PUB -
Início Local Setúbal Fernando Negrão anuncia que será candidato à Câmara de Setúbal pelo PSD

Fernando Negrão anuncia que será candidato à Câmara de Setúbal pelo PSD

O vice-presidente da Assembleia da República Fernando Negrão vai ser o candidato do PSD à Câmara Municipal de Setúbal, disse o próprio à agência Lusa.

- PUB -

“Vou ser candidato por Setúbal. Uma velha luta, retomada agora, para fazer de Setúbal uma cidade onde muitos querem trabalhar e viver”, afirmou, numa declaração escrita.

O antigo líder parlamentar do PSD, que já foi candidato a Setúbal e é deputado por este círculo, confirmou à Lusa que foi convidado pelo presidente do partido, Rui Rio, e já disse que sim.

O anúncio acontece na véspera de uma reunião da distrital de Setúbal do partido.

- PUB -

No plano autárquico, Negrão foi candidato pelo PSD à Câmara Municipal de Setúbal nas eleições de 2005 e, nas intercalares de 2007, à Câmara Municipal de Lisboa.

Fernando Mimoso Negrão nasceu em Angola em 29 de novembro de 1955, é deputado desde 2002 e licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Foi líder parlamentar do PSD entre fevereiro de 2018 e outubro de 2019 e, em 2015, foi o candidato do PSD e CDS-PP à presidência da Assembleia da República, mas foi derrotado por Ferro Rodrigues, tendo sido indicado na atual legislatura vice-presidente do parlamento pelos sociais-democratas

- PUB -

Antes de assumir a liderança da bancada, presidiu à Comissão eventual da Transparência e, na XII legislatura, destacou-se na presidência da Comissão de Inquérito ao Banco Espírito Santo, sendo atualmente o presidente da comissão de inquérito sobre o Novo Banco, cujos trabalhos estão suspensos devido à pandemia de covid-19.

Juiz de carreira e oficial da Força Aérea Portuguesa, Fernando Negrão foi ministro da Segurança Social, da Família e da Criança em 2004, no Governo de Pedro Santana Lopes, tendo antes presidido ao Instituto Português da Droga e da Toxicodependência (IPDT).

No curto segundo Governo de Passos Coelho, em 2015, exerceu por menos de um mês as funções de ministro da Justiça.

O social-democrata foi também diretor-geral da Polícia Judiciária (PJ) entre novembro de 1995 e março de 1999, cargo do qual se demitiu na sequência de suspeitas de violação do segredo de justiça no caso Moderna. O processo viria depois a ser arquivado pelo Tribunal da Relação.

Fernando Negrão foi eleito deputado pela primeira vez nas listas do PSD em 2002, pelo círculo eleitoral de Faro, em 2005, 2009 e 2019 por Setúbal – na última vez como cabeça de lista – e em 2011 e 2015 por Braga.

Lusa

- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

“Vitória já garantiu uma subida de divisão contra todos os arautos da desgraça”

Depois de assegurar a Liga 3, Vitória aponta ao 1.º lugar no ‘play-off’ para subir à II Liga

Mulher degolou idoso em bairro de lata no Seixal e queixou-se de violação

Sem-abrigo está a ser julgada pelo homícidio do homem de 68 anos, depois deste ter sido encontrado morto em Santa Marta do Pinhal   Tânia Rodrigues,...
- PUB -