21 Junho 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Paróquia de Nossa Senhora da Conceição já proporcionou saúde oral a 2...

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição já proporcionou saúde oral a 2 mil pessoas pobres

Ajudar as pessoas a reconquistarem saúde e autoestima nomeadamente na procura e obtenção de emprego

 

- PUB -

A Clínica Social Dentária criada pela paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Setúbal, para a população mais carenciada já ajudou 2 200 pessoas desde que abriu no edifício da Igreja, em 2015, e continua a ter grande procura. “Neste momento temos uma lista de espera permanente, embora não exceda os 15 dias”, diz o padre Constantino Alves, pároco na freguesia de São Sebastião.

A funcionar em voluntariado, com quatro médicos por dia, a clínica presta todo o serviço de saúde oral e já atendeu a “7 mil procedimentos continuados de tratamento”, tendo sindo ainda “feitas mais de 300 próteses, metade delas completas”, diz o padre que vinca ser esta uma resposta para “servir os pobres”.

No projecto estão envolvidos 32 voluntários que, com o seu trabalho, ajudam as pessoas mais fragilizadas económica e socialmente a reconquistarem a sua autoestima, nomeadamente na procura e obtenção de emprego.

- PUB -

“Na paróquia procuramos colocar os pobres no centro da nossa acção pastoral, a todos os níveis”, referiu o padre Constantino Alves, à Agência Ecclesia.

A Clínica Social Dentária, que conta também com o apoio de algumas instituições, tem por objectivo colmatar a falta de respostas oficiais na área da saúde oral, para a população que não consegue responder aos elevados preços destas consultas e intervenções necessárias.
Assim, os serviços prestados têm um custo “que pode oscilar entre os 5 e os 10 euros, em alguns casos poderá ser um pouco mais ”, sendo este valor sempre calculado consoante o rendimento do agregado familiar, indicado por um diagnóstico feito pela paróquia a cada família, refere o pároco.

“Com excepção de uma pessoa, a Clínica é composta por voluntários, 11 médicos voluntários de diferentes locais – Barreiro, Alentejo, Lisboa, Almada, Setúbal – assim como os assistentes”, explica o padre Constantino Alves, que realça a “alegria” dos utentes depois do tratamento, que lhes permite ganhar “autoestima” e com a saúde oral normalizada, obter emprego.

- PUB -

“Temos casos de pessoas que conseguiram trabalho depois de acompanhados na saúde oral: hoje, em certos serviços, olha-se imediatamente para a boca das pessoas e com uma saúde oral deficiente ficam quase excluídas”, destaca.

Com o preço, mesmo que muito baixo, das consultas e tratamentos e muito através de doações de particulares, o padre Constantino Alves pode dizer que a obra desta clínica “não causa dívida financeiras. Não recebemos apoios nem da autarquia, da Junta de Freguesia ou do Estado; temos uma única dívida: a de gratidão aos 32 voluntários”, afirma.
A Clínica Social Dentária funciona de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h30 na Igreja Nossa Senhora da Conceição, na Avenida Bento Jesus Caraça.

Com Agência Ecclésia

- PUB -

Mais populares

Moradores de cooperativas em Azeitão preocupados com leilão das suas casas

Os moradores da Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bairro dos Trabalhadores, em Azeitão, foram recentemente surpreendidos com a informação de que as suas...

Burger King abre este Verão na Quinta Fonte da Prata

Novo espaço vai criar 20 postos de trabalho e terá Drive In disponível   O novo restaurante da cadeia norte-americana Burger King, cuja estrutura encontra-se em...

Nuno Pinto: “Para o ano voltaremos a tentar ainda mais fortes”

“Sem sombra de dúvidas, foi a temporada mais complicada da minha carreira”, afirma.
- PUB -