14 Abril 2021, Quarta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Estação Rodoviária 5 de Outubro despede-se hoje para dar lugar ao terminal...

Estação Rodoviária 5 de Outubro despede-se hoje para dar lugar ao terminal da Várzea

TST decide que autocarros devem continuar a utilizar as paragens das imediações da envelhecida infra-estrutura

 

- PUB -

A antiga estação rodoviária situada na Avenida 5 de Outubro, ao serviço do concelho sadino há mais de cinco décadas, tem a partir de hoje os seus portões encerrados enquanto ponto de mobilidade entre a população e as mais diversas regiões, através da utilização do transporte público, para dar lugar ao recém edificado Terminal Rodoviário da Várzea.

A envelhecida estação no centro da cidade despede-se, assim, hoje das suas funções, no mesmo dia em que a empresa Transportes Sul do Tejo (TST), operadora pertencente ao Grupo ARRIVA, inaugura um novo terminal rodoviário na zona da Várzea, junto à Avenida de Moçambique. A nova infra-estrutura, cedida pela Câmara Municipal de Setúbal por um período de oito anos, representa um investimento na ordem dos 200 mil euros, contemplando paragens abrigos, bilheteiras, espaços de apoio a motoristas e um bar quiosque.

No entanto, fonte oficial da TST garantiu a O SETUBALENSE que “as paragens nas imediações da estação 5 de Outubro vão continuar em funcionamento”, apesar das alterações de início e fim de percurso das carreiras que servem este novo terminal. “A empresa achou que faria sentido por uma questão de comodidade e porque as paragens exteriores ainda têm a capacidade para poderem albergar mais estes serviços”.

- PUB -

Para este efeito, “foram criadas um conjunto de novas paragens, por forma a que as pessoas não tenham de mudar os seus hábitos, ou seja, nas imediações da estação têm pontos onde podem utilizar essas carreiras sem terem que, para isso, se deslocar propositadamente ao terminal da Várzea”. Em termos administrativos, por sua vez, “tudo vai funcionar a partir da Várzea”, sendo que a bilheteira já se encontra disponível no novo espaço desde a passada segunda-feira.

Além de “mais comodidade”, a empresa justifica a mudança relembrando “o grande drama que era a população conseguir estacionar na envolvência da 5 de Outubro”, tendo agora à sua disposição “250 lugares gratuitos”. “Passámos a servir também outra zona da cidade, que é a zona Norte, que já começa a ter um fluxo de pessoas bastante significativo, até pelo tipo de construção que possui”.

Contudo, a mudança da TST da estação da Avenida 5 de Outubro para a zona da Várzea é apenas o primeiro passo de um conjunto de alterações significativas nos transportes públicos em Setúbal ao longo deste ano de 2021. Assim, para Abril está prevista a inauguração do novo terminal interface de Setúbal, na Praça do Brasil, futuro centro de operações das carreiras urbanas da cidade, junto à estação dos caminhos-de-ferro.

- PUB -

No entanto, a empresa “não tem ainda condições para responder” qual será a utilização do terminal da Várzea após a inauguração do terminal da Praça do Brasil, nem aquando do início de funções da NEX no concelho, empresa escolhida para passar a operar os transportes da cidade, na sequência do concurso público internacional lançado pela Área Metropolitana de Lisboa, tratando-se de uma decisão que deverá ser tomada entre a TST e a autarquia setubalense.

Quanto ao futuro da velhinha estação setubalense, “em estado de degradação e já subdimensionada”, este deverá passar pela sua remodelação, transformando-se num espaço âncora da cidade, referia em Novembro o vereador Carlos Rabaçal a O SETUBALENSE. “O Plano Director Municipal define para aquele edifício áreas de serviços e habitação”, adiantou na altura.

Com GR // VAM // Lusa

CAIXA

COMODIDADE Carreiras continuam a efectuar paragens no centro da cidade

Apesar de entrar hoje em funcionamento o Terminal Rodoviário da Várzea, a empresa Transportes Sul do Tejo alterou o percurso das suas carreiras, para continuarem a realizar paragens nas imediações da estação situada no centro da cidade sadina, por questões de comodidade.

Assim, as “carreiras transferidas [para a zona da Várzea] continuam a servir a zona envolvente à estação rodoviária 5 de Outubro, sendo que “as avenidas Alexandre Herculano e Mariano de Carvalho são servidas pelas carreiras 230, 751, 754, 755, 757, 770, 776 e 783”, esclarece a empresa no seu site.

Já as ruas “Almeida Garrett e Gama Braga são servidas pelas carreiras 709, 756, 758, 764, 765, 774 e 779”. “A carreira 230 faz terminal na Praça de Touros / Hospital de São Bernardo”, a “413 faz terminal no exterior da estação rodoviária, na paragem de Palmela”, e a “605 faz terminal no exterior da Estação Rodoviária, na paragem da Quinta do Meio”.

No que diz respeito “às carreiras que actualmente partem do exterior da estação rodoviária”, estas “mantêm os seus locais de partida”. No entanto, “o Espaço de Atendimento ao Cliente (bilheteiras, assuntos relacionados com cartões Lisboa Viva e Viva Viagem e apoio ao Cliente) funcionará já no novo terminal”.

Com Humberto Lameiras

- PUB -

Mais populares

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Bateria da Raposa vai passar para o município para vigiar praias e reforçar combate a incêndios

O entendimento entre a Câmara de Almada e o Estado está a ser traçado para a bateria de costa na Mata Nacional dos Medos passar para a gestão da autarquia. Esta antiga estrutura militar vai ter novo uso estratégico de defesa

Presidente da República em Azeitão para inauguração de Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama

Este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa marcará presença na inauguração da Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama, espaço que homenageia a relação entre...
- PUB -