30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoUtentes de lares e munícipes confinados votaram hoje para as presidenciais

Utentes de lares e munícipes confinados votaram hoje para as presidenciais

União Mutualista Nossa Senhora da Conceição foi uma das instituições onde a votação foi realizada. Município assegurou a logística

 

- PUB -

A votação antecipada para as Presidenciais 2021 decorreu, entre as 9h00 e as 14h00 desta terça-feira, nos lares do Montijo e nos domicílios dos munícipes deste concelho que se encontram em confinamento.

Segundo a Câmara Municipal – que assegurou o processo, com três viaturas e cerca de uma dúzia de funcionários que se deslocaram aos lares e às residências – inscreveram-se para votar um total de 66 munícipes.

A estrutura residencial para idosos da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição foi uma das instituições onde alguns utentes exerceram o direito de voto. “Oito que reuniam as condições necessárias para esta modalidade de voto de um total de 11 que se inscreveram”, disse Patrícia Soares, directora técnica da mutualista.

- PUB -

A votação nesta instituição, que já leva 148 anos de vida, “começou por volta das 10h00 e terminou cerca das 11h00″, adiantou a responsável. “Correu muito bem, de forma célere e organizada. Tanto os técnicos da Câmara Municipal como a equipa do lar da União Mutualista tinham tudo organizado e foi apenas uma questão de chamar cada um dos utentes previamente inscritos para votar, confirmar a sua identidade e permitir-lhes exercer o direito de voto”, revelou a directora. O importante, sublinhou, “foi garantir que o processo decorresse em condições de segurança e com toda a tranquilidade, fazendo valer a vontade de votar assumida pelo utentes”.

Pedro Santos, presidente do Conselho de Administração da União Mutualista, vincou a importância da iniciativa.

“Para a União Mutualista Nossa Senhora da Conceição é muito importante que se oiçam os utentes dos lares, são tão portugueses como qualquer um de nós e o direito de voto é um direito pessoal e que deve ser respeitado. É até um dever cívico que todos deveriam cumprir”, lembrou.

- PUB -

O responsável frisou ainda que através do voto os utentes/cidadãos “sentem que não estão esquecidos, que a sua opinião conta e que, dessa forma, contribuem activamente para a sociedade em que vivem e para a qual contribuíram com toda uma vida de trabalho”.

“Na Associação Mutualista do Montijo procuramos fazer o possível para respeitar a vontade dos utentes e das suas famílias. Neste caso, foi simples e foi com muito gosto que a equipa do lar organizou todo o processo, em conjunto com a Câmara do Montijo”, concluiu.

O processo foi acompanhado e supervisionado por técnicos do município, que providenciaram os boletins, verificaram a identificação dos utentes previamente inscritos, recolheram e selaram os envelopes com os votos.

O município montijense já havia garantido, no passado dia 12, o direito de voto aos reclusos do estabelecimento prisional local – 38 inscreveram-se para votar. No último domingo, a autarquia proporcionou também o exercício do direito de voto antecipado em mobilidade, que contou no total com 1251 inscrições.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -