25 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalUnião de sindicatos de Setúbal acusa Carl-Zeiss de ameaçar funcionários

União de sindicatos de Setúbal acusa Carl-Zeiss de ameaçar funcionários

Estrutura sindical da CGTP-IN diz que a empresa ameaçou trabalhadores com processos disciplinares caso falem à Imprensa

 

- PUB -

A Comissão Executiva da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN acusa a administração da Carl-Zeiss de tentar intimidar os trabalhadores, face à greve prevista ocorrer entre amanhã, 31, e 4 de Janeiro.

“Em comunicado dirigido hoje [quarta-feira] aos trabalhadores, a empresa tenta intimidá-los e silenciar a sua luta, pois ao ameaçar com processo disciplinar quem fale à Imprensa sobre a Carl-Zeiss e as razões da greve, achando que a greve é lesiva da imagem e do bom nome da empresa, está a procurar impor a lei da rolha e a silenciar a justa luta e reivindicação dos trabalhadores”, acaba de revelar, em comunicado, a estrutura sindical.

“O que se impõe é que a empresa deixe de emitir comunicados com cariz intimidatório e corresponde às reivindicações dos trabalhadores, evitando assim o recurso à greve”, adianta União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN.

- PUB -

A estrutura sindical lembra que na origem da greve está “a reivindicação de aumentos salariais e a alteração de horários para o regime de laboração contínua”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos
- PUB -