30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroSoflusa estuda instalação de cobertura provisória nas salas de embarque do terminal

Soflusa estuda instalação de cobertura provisória nas salas de embarque do terminal

Câmara solicita reunião com carácter de urgência à transportadora

 

- PUB -

A Assembleia Municipal do Barreiro aprovou, por maioria, uma recomendação para que o executivo presidido por Frederico Rosa solicite uma reunião com carácter de urgência à Soflusa. O encontro visa “obter garantias quanto à instalação imediata duma cobertura provisória nas salas de embarque” da operadora de transporte fluvial, com o objectivo de serem melhoradas “as actuais condições de conforto” dos passageiros.

O documento lembra que se têm registado situações consideradas “completamente inaceitáveis”, envolvendo os utilizadores daquele espaço, que são “obrigados a utilizar guarda-chuvas dentro do terminal, em dias de temporal”. A recomendação refere que esta realidade “configura vivências de terceiro mundo que não aceitamos em serviços públicos que se querem de qualidade”.

Recorde-se que são muitas as pessoas que têm vindo a reclamar desta situação, à semelhança da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro, com uma intervenção junto da Soflusa e do conselho de administração da empresa.

- PUB -

A cobertura do terminal fluvial, inaugurado em 1995, já há algum tempo que “apresentava alguns sinais de deterioração”, tendo a estrutura sido “irremediavelmente abalada pelas tempestades que assolaram o país” em Dezembro do ano passado e em Janeiro deste ano, tendo a Protecção Civil “determinado o seu desmantelamento por questões de segurança”.
De acordo com a recomendação agora aprovada, a empresa “desenvolveu, de imediato, um levantamento do risco de segurança da instalação que obrigou a que fossem retiradas todas as estruturas que pudessem causar qualquer risco para os passageiros”.

Neste momento, a Soflusa está a estudar a hipótese de instalar uma cobertura provisória nas salas de embarque, a fim de melhorar as actuais condições de conforto daquele espaço. A resposta do município “merece um posicionamento claro da parte desta Assembleia Municipal, pois a reabilitação do Terminal está prevista para Janeiro de 2021 e tem um prazo estimado de execução de 120 dias”.

Reforçar horários para diminuir tempo de espera

Além desta situação, acrescida de um ajuste de horário no período que se estende até à próxima sexta-feira, a assembleia considera que a decisão não faz “nenhum sentido, muito menos em tempos de pandemia”. Em moção, igualmente aprovada por maioria, os deputados defendem que os utentes “sejam acolhidos no terminal com as condições de higiene e segurança, em sala de embarque enquanto as obras decorrem”.

- PUB -

Defendem ainda que “sejam repostos todos os horários, para que sejam respeitadas as exigências da Direcção-Geral de Saúde e os 2/3 de lotação máxima”, relativamente à pandemia Covid-19.

A moção acrescenta que “aos sábados, domingos e feriados”, também os horários deverão ser “reforçados para um menor tempo de espera”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -