30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioÚltimasMinistro João Leão assume ser prioritária a requalificação da zona da antiga...

Ministro João Leão assume ser prioritária a requalificação da zona da antiga Lisnave

Governo diz estar de olhos na reformulação da área da Margueira e dar caminho à Cidade da Água, frente ao Tejo

O deputado socialista à Assembleia da República Ivan Gonçalves, eleito pelo distrito de Setúbal, questionou o ministro de Estado e das Finanças sobre o compromisso do Governo em avançar com a requalificação da zona da antiga Lisnave, na Margueira, em Almada, e gostou de ouvir João Leão assumir que esta é uma intervenção considerada “prioritária”.
Em audiência parlamentar no âmbito da discussão do Orçamento do Estado para 2021, o deputado almadense, e presidente da Concelhia de Almada do PS, mostrou-se preocupado com o andamento do processo de requalificação dos terrenos da Margueira, para onde está prevista a criação da Cidade da Água. Um projecto que há vários governos não sai do papel, e que abrange a reformulação da frente ribeirinha do Tejo, incidindo numa área com mais de 600 mil metros quadrados.

- PUB -

Questionou Ivan Gonçalves se “podemos esperar deste Governo a acção necessária que leve à requalificação desta zona, com um enorme interesse patrimonial, histórico e económico para o concelho de Almada, para a Área Metropolitana de Lisboa e para o País”.
Na resposta, ouviu o ministro de Estado e das Finanças assumir que este é um “projecto que entendemos como prioritário, de grande ambição, e que queremos que avance o mais rapidamente possível”. E tal como o deputado socialista, também João Leão considera que avançar com esta intervenção para dar caminho à Cidade da Água é “importante não apenas para a região, mas que ajudará a dinamizar a economia” nacional, “principalmente no actual contexto em que se vive”, refere a Concelhia de Almada em comunicado.

Já quanto às propostas de Orçamento do Estado para o próximo ano, Ivan Gonçalves manifestou que este, apesar de ter sido construído “num cenário de absoluta incerteza”, vem “dar garantias de reforço do investimento público em áreas fundamentais do combate à crise pandémica”, ao mesmo tempo que “procura dar também resposta à crise económica e social que dela inevitavelmente decorrerá”.

Já quanto à oposição ao Governo de António Costa, o presidente de Concelhia de Almada do PS não poupou nas críticas uma vez que “infelizmente, numa altura em que os portugueses esperariam responsabilidade de todos os intervenientes políticos, o que temos assistido em todo este processo é a total ausência de coerência por parte da oposição”.

- PUB -

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -