5 Dezembro 2021, Domingo
- PUB -
InícioLocalMoitaNova piscina de 2,7 milhões de euros para a Moita já tem...

Nova piscina de 2,7 milhões de euros para a Moita já tem concurso aprovado

Equipamento orçado em mais de 2,7 milhões de euros

 

- PUB -

O município moitense aprovou na última semana, por unanimidade, a abertura do concurso público para a construção da Piscina Municipal da Moita e respectivos arranjos exteriores do futuro equipamento, orçado em mais de 2,7 milhões de euros e que tem um prazo de execução de 600 dias.

De acordo com a autarquia, o projecto, aprovado durante a primeira quinzena do mês de Maio, vai nascer no lote 1 do loteamento da Mãe d’Água Sul, numa área total de mais de oito mil metros quadrados, onde está prevista a criação de duas zonas de natação, uma com 25 metros, destinada à prática desportiva, e a segunda, com 12,5 metros, para aprendizagem e hidroginástica.

A câmara adianta que o novo espaço “terá uma área bruta de construção de cerca de 3600 metros quadrados”, e que na envolvente pública serão criados “espaços de lazer, circulação pedonal”, bem como um “equipamento para ginástica ao ar livre e a continuidade da ciclovia existente na Rua D. Manuel I”.

- PUB -

Refira-se que a construção do edifício teve em conta “a grande procura” da piscina de Alhos Vedros, que esteve encerrada durante um longo período, tendo a câmara aproveitado para apetrechar aquele equipamento com melhores condições para o seu funcionamento e concluído a intervenção no local em Setembro.

As obras realizadas, recorde-se, permitiram que aquele espaço “estratégico para o desenvolvimento desportivo” do município, pudesse ficar “energeticamente mais eficiente”, com a melhoria do conforto térmico e uma poupança ao nível de consumos superior a 30%, com uma subida de duas classes energéticas, num investimento que ascendeu a 387 mil euros, e que beneficiou de uma comparticipação do FEDER de 144 mil euros, tendo a autarquia suportado os restantes 63%, ou seja, 243 mil euros, numa altura que coincidiu com as primeiras medidas impostas pela pandemia.

Os utentes daquele equipamento podem, desde então, usufruir da aplicação de filtros e de sistemas de electro bombagem com variação de velocidade, de uma unidade de produção de autoconsumo fotovoltaica e da introdução de um sistema de gestão técnica centralizada, com a instalação de iluminação interior do edifício, ventilação e ar condicionado, além da produção de águas quentes sanitárias no tanque e na cobertura do plano de água.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -