29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroConselho de Acção Social apresenta projectos aos programas PARES e Bairros Saudáveis

Conselho de Acção Social apresenta projectos aos programas PARES e Bairros Saudáveis

Quatro instituições da região aguardam aprovação de candidaturas

 

- PUB -

Durante a 50ª reunião plenária do Conselho Local de Acção Social do Barreiro (CLASB), que decorreu na última semana de forma não presencial, com recurso às tecnologias virtuais, devido à situação provocada pela pandemia, foram apresentados quatro projectos de Instituições daquele concelho, objecto de candidaturas aos programas PARES 3.0. e Bairros Saudáveis.

Na altura, Sara Ferreira, vereadora daquela Câmara Municipal responsável pela divisão de Intervenção Social, lembrou o “alto índice de envelhecimento” existente naquele território, onde, por cada 100 jovens existem 197 idosos, distribuídos pelo Centro de Acção Social de Palhais (CASP), Centro de Reformados e Idosos do Vale da Amoreira (CRIVA), na Moita, que também acolhe pessoas oriundas do concelho, Santa Casa da Misericórdia e Centro Social de Santo António. Juntas, cada instituição partilhou alguns pormenores sobre as suas propostas de candidatura, que visam “o enquadramento social a idosos”, enquanto equipamentos que, conforme destacou Natividade Coelho, directora do Centro Distrital de Segurança Social (CDSS), vêm “colmatar uma necessidade muito sentida” nesta região.
Já os responsáveis da NOS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, da RUMO e da Sociedade Democrática União Barreirense “Os Franceses”, fizeram “uma breve apresentação dos projectos a submeter a concurso ao Programa Bairros Saudáveis, que inclui zonas como o Bairro das Palmeiras, Quinta da Mina, na Cidade Sol e Barreiro Velho.

A autarca barreirense reiterou a “disponibilidade da autarquia” em ser “parceira de todos os projectos apresentados, promovidos sobre territórios mais desfavorecidos, não permitindo, no entanto, que entidades públicas sejam promotoras” dos mesmos.

- PUB -

A vereadora partilhou ainda algumas informações complementares, relativas à implementação do “Barreiro + Solidário” – que contempla a entrega de cabazes de bens alimentares e produtos de higiene e limpeza –, bem como o projecto “Ser Casa Barreiro”, que surgiu recentemente no âmbito de uma candidatura para apoio às pessoas em situação de sem-abrigo, num plano de intervenção que só durante o seu primeiro mês de funcionamento, conseguiu acompanhar um total de 26 pessoas.

Violência contra mulheres motivou total de 30 homicídios

No decorrer da sessão ‘online’, foram também abordadas questões como a “Violência Doméstica e de Género: da Prevenção à Intervenção”, uma temática que segundo Sara Ferreira “infelizmente, continua a ser muito actual”.

Na véspera do Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, assinalado no passado dia 25, foram recordados números actuais, segundo os quais, até ao momento, ocorreram este ano um total de 30 homicídios conjugais. Neste sentido, a autarca barreirense informou os participantes da criação do Grupo de Ajuda Mútua a Vítimas de Violência Doméstica, que junto com o gabinete da RUMO “irá funcionar num espaço público do concelho”, uma vez por semana e em horário pós-laboral.

- PUB -

Neste âmbito, Natividade Coelho, do CDSS de Setúbal, saudou o trabalho realizado pela Cooperativa de Solidariedade Social RUMO, na “focalização da problemática e pelo tratamento qualificado da problemática”.

Neste encontro, o Jardim-de-Infância D. Pedro V foi ainda designado representante do CLASB na Comissão Municipal de Toponímia, tendo sido também aprovado um ponto referente à “apresentação e deliberação sobre o pedido de alteração de acções e respectivas alterações financeiras à decisão de aprovação do Plano de Acção do CLDS 4G”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -