10 Dezembro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalCâmara prolonga contrato de estacionamento na cidade até que nova concessão entre...

Câmara prolonga contrato de estacionamento na cidade até que nova concessão entre em vigor

Maria das Dores Meira alega que a pandemia mexeu com as contas da Câmara, pelo que não pode abdicar da receita do estacionamento

 

- PUB -

O contrato de concessão estabelecido entre a Câmara Municipal de Setúbal e a SabaPortugal – Parques de Estacionamento SA, que permite à empresa explorar o estacionamento público de superfície, de utilização onerosa e de duração limitada em diversos arruamentos localizados na freguesia de São Sebastião, vai ser prolongado por 73 dias, devido à suspensão contractual do acordo entre os dias 20 de Março e 1 de Junho, na sequência da propagação da Covid-19. Mas o processo poderá ser muito mais demorado e atingir quase um ano.

Com esta deliberação, a autarquia garante a não interrupção da exploração do estacionamento, o que considera positivo para as finanças do município e, por isso, “conveniente para o interesse público”, uma vez que não haverá descontinuação do “serviço que é objecto da concessão”.

Apesar da decisão ter sido aprovada na reunião pública da passada quarta- -feira, após intenso debate entre a maioria CDU e a oposição, o PSD, na voz do vereador Fernando Monteiro, votou contra a proposta apresentada pois entendeu que “se justificaria não ser prorrogado o referido prazo, dando alívio aos setubalenses no que diz respeito ao estacionamento”. “Com a pandemia, em que as famílias terão em 2021, com certeza, grandes dificuldades financeiras, seria uma forma de aliviá-las. Quando terminar o contrato”, acrescentou.

- PUB -

Por sua vez, para Fernando José, vereador do Partido Socialista (PS), que votou a favor da proposta, “os valores em causa com o contrato deveriam de ser aplicados em medidas de apoio social”. No entanto, segundo Maria Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal, “essa consideração não é possível de ser feita”. “A pandemia tocou a todos, causando financeiramente no município também muita perturbação. Foi colocada esta data porque temos a certeza de que até este tecto o outro contrato fica resolvido. Neste momento não estamos em condições de poder abdicar de alguma receita que entre no município”, explicou a autarca.

Aberto concurso público para novo concessionário

Celebrado dia 26 de Agosto de 2010, o contrato com a SabaPortugal, estabelecido “com um prazo de execução de dez anos”, abrange a Avenida Bento Gonçalves e as ruas das Fontainhas, Jardim de São Bernardo, Luís Baptista, António José Baptista, Azinhaga dos Trabalhadores, dos Ferroviários e a da Cerâmica.

- PUB -

Prestes a terminar, “encontra-se já a decorrer um concurso público para a “Concessão da Gestão, Exploração, Manutenção e Fiscalização de Lugares de Estacionamento Pago na Via Pública à Superfície na Cidade de Setúbal e Constituição do Direito de Superfície em Subsolo para a Concessão, Construção em Exploração de dois Parques de Estacionamento no Subsolo na Cidade de Setúbal”, tendo já decorrido o prazo para apresentação de propostas e estando estas em apreciação pelo júri respectivo”, esclarece a autarquia em comunicado.

Desta forma, até existir novo concessionário, o município considera que a prorrogação do acordo assinado há uma década, “conforme previsto no Código dos Contratos Públicos”, “revela-se, também, conveniente para o interesse público, para que não ocorra interrupção da prestação de serviço público que é objecto da concessão”.

Assim, a deliberação “vigora a partir de 9 de Novembro [hoje] até ao dia anterior àquele que constitua início de vigência do contrato que virá a ser celebrado” com nova empresa, para a exploração do referido estacionamento, “mediante notificação ao concessionário com quinze dias de antecedência, sem prejuízo de o prazo de execução cessar, em qualquer caso, não depois de 8 de Novembro de 2021”.

Foram também estes os motivos que levaram o PSD a votar contra a proposta. “Enquanto o concurso não estiver concluído, as famílias que precisem de estacionar naquela zona não deveriam de pagar, até porque o prolongamento não se limita a compensar os 73 dias de suspensão, mas pelo menos mais um ano”, afirmou o vereador Fernando Monteiro

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas

PSP apreende 8.500 petardos no Montijo

Autoridades informam que escola acusou o referido estabelecimento da venda de petardos a crianças
- PUB -