13 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioÚltimas113 sócios assinaram requerimento para destituir direção de Paulo Rodrigues

113 sócios assinaram requerimento para destituir direção de Paulo Rodrigues

MAG irá reunir para apreciar a resposta ao requerimento apresentado pelos subscritores.

 

- PUB -

Menos de três semanas depois das eleições no Vitória Futebol Clube, 113 associados do emblema setubalense entregaram à Mesa da Assembleia-Geral (MAG), liderada por Nuno Soares, um requerimento para destituir a direcção presidida por Paulo Rodrigues, antigo empresário de jogadores de futebol, de 43 anos de idade, que foi empossado a 18 de Outubro.

O documento publicado na página oficial do clube foi entregue na sexta-feira, confirmou o presidente da MAG. “A Mesa de Assembleia-Geral do Vitória Futebol Clube informa que recebeu na Gestão de Sócios, o requerimento para uma Assembleia Geral Extraordinária destitutiva da atual Direção nos termos da alínea b) do Art.º 26º, e que obedeceu aos requisitos estatutários exigidos à validade dos 113 sócios subscritores”.

O comunicado, assinado pelo presidente da Assembleia-Geral, Nuno Soares, explica que o órgão social vai em breve reunir para analisar a proposta dos 113 associados. “A Mesa da Assembleia Geral do Vitória Futebol Cube irá reunir para apreciar a resposta ao requerimento apresentado pelos sócios subscritores”.

- PUB -

A mesa da Assembleia-Geral não esconde uma grande preocupação pela grave situação em que o clube, que foi relegado da I Liga ao Campeonato de Portugal, se encontra. “Aproveitamos a ocasião para manifestar grande preocupação com os condicionalismos e dificuldades sociais, financeiras e desportivas pelos quais o clube atravessa”.

No texto é também sublinhada a importância de o clube, que celebra a 20 de Novembro 110 anos de existência, honrar os seus compromissos com os profissionais do clube. “O Vitória FC terá que honrar hoje e sempre, a credibilidade alcançada ao longo de mais de um século de história perante os seus atletas, treinadores, funcionários e demais entidades, mas acima de tudo com os seus sócios”.

Recorde-se que no requerimento, que começou a circular entre os sócios do clube na segunda-feira, o presidente Paulo Rodrigues foi acusado pelos promotores da iniciativa de não cumprir as promessas que fez durante a campanha, nomeadamente regularizar os salários dos funcionários do clube, contribuindo para “o agravamento das condições sociais dos funcionários e das suas famílias”.

- PUB -

“Desrespeita a maioria relativa de associados que lhe confiaram o seu voto, ao governar o clube à revelia do programa de mandato proposto a votação sob o lema ‘Verdade, Trabalho e Futuro’, porquanto não se vislumbra evidências de o mesmo estar a ser cumprido. Evidenciaram nos seus actos e conduta não estarem à altura de devolver o clube a uma posição consentânea com os seus quase 110 anos de história ao serviço de Setúbal e do país”, escreveram os promotores da iniciativa.

Dois vice-presidentes renunciaram ao cargo

Entretanto, no comunicado publicado pela MAG, o presidente daquele órgão social, Nuno Soares, anuncia que dois vice-presidentes da direcção cessaram funções. “Serve o presente também para informar que os vice-presidentes da Direcção Amândio José Soares Guilherme e Cláudio Oliveira da Saúde renunciaram aos cargos por carta dirigida ao presidente da Mesa da Assembleia Geral”.

Na sua página do Facebook, o vice-presidente Cláudio Saúde, que também exerceu as funções de director-geral, escreveu um texto a explicar as razões da sua decisão. “Termina ao dia de hoje, infelizmente, a minha ligação ao Vitória Futebol Clube como Director-Geral. Não sem antes ter renunciado ao cargo para o qual fui eleito democraticamente: o de Vice-Presidente. As circunstâncias às quais sou alheio assim o ditaram, é com grande tristeza que verifico na primeira pessoa a situação caótica pela qual passa o meu Vitória a quem desejo que rapidamente se erga. Constatei ser impossível desenvolver um trabalho sério, profissional, organizado e coerente num ambiente hostil, desonesto e sem qualquer estratégia definida”.

E acrescenta: “Nunca foi da minha pessoa trabalhar envolvido em calúnias e difamações, nem tão-pouco servir interesses próprios em detrimento de interesses do Clube. As questões que merecerem tratamento nas instâncias legais, ali serão dirimidas, quanto ao Vitória FC a quem entreguei o meu trabalho e dedicação com o objectivo de eleger aquela que considerei ser a melhor direcção possível, enganadamente, é meu forte desejo vê-lo no patamar que merece”.

Vitória-Pinhanovense joga-se hoje no Bonfim

A contar para a sexta jornada da série H do Campeonato de Portugal, o Vitória FC defronta hoje, a partir das 20 horas, no Estádio do Bonfim, o vizinho Pinhalnovense. A partida que tem transmissão em directo no Canal 11 coloca frente a frente duas equipas que seguem com os mesmos quatro pontos na classificação, apesar de os sadinos terem menos um jogo efectuado que o conjunto do Pinhal Novo.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

Festas do Barrete Verde com sardinhada, bailes e toiros em verdadeira largada brava

Um gostam, outros nem por isso, mas o certo é que a vila de Alcochete enche nas Festas do Barrete Verde
- PUB -