1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaDia do Município da Moita marcado por homenagem aos que nunca pararam...

Dia do Município da Moita marcado por homenagem aos que nunca pararam durante a pandemia

Sem homenageados individuais, sessão contou com assistência da população a partir das esplanadas

 

- PUB -

A Praça da República, na Moita, acolheu ao final da tarde da última terça-feira, a cerimónia pública do Dia do Município, marcada pelo descerrar de uma placa de homenagem colectiva a todos os munícipes no edifício dos Paços do Concelho que, não tendo nunca parado, deram o seu melhor para “garantir o normal possível” em tempos de pandemia.

Perante uma assistência composta de autarcas e pessoas que se encontravam nas esplanadas ali situadas, o presidente Rui Garcia sublinhou que em relação aos anos anteriores, o que difere “é a força colectiva e o espírito comunitário, que demonstram ser o elemento fundamental da vitalidade de qualquer comunidade”.

Mesmo sem homenageados individuais, o autarca frisou que este foi o tempo do “reconhecimento” a todos aqueles que se mantiveram em actividade. “Centenas de milhares de trabalhadores demonstraram o seu brio, dedicação, a sua competência e a sua consciência e, entre dificuldades e riscos, fizeram o que foi necessário para que os bens, os serviços e os apoios não faltassem à população e à economia”, destacou.
O edil frisou que “outra lição que necessitamos de tirar da pandemia”, é a de que “os serviços públicos são indispensáveis e insubstituíveis”, tendo apontado como exemplo o Serviço Nacional de Saúde. O autarca moitense referiu-se ainda àqueles que se dedicaram, durante este período, a “uma entrega voluntária” na Rede Social, nos Bombeiros Voluntários, movimento associativo e nas autarquias.

- PUB -

Neste âmbito, fez uma referência aos trabalhadores da câmara municipal, designadamente, das áreas da higiene e salubridade, águas e saneamento, Protecção Civil, entre outras.

Garcia recordou que desde o mês de Maio, iniciou-se “o regresso integral ao trabalho na autarquia, que desde então voltou a assegurar integralmente as suas variadas funções, criando as medidas de segurança e reorganização necessárias para garantir a defesa da saúde dos trabalhadores, dos utentes e da população em geral”, disse.

Antes de concluir a sua intervenção, à qual se seguiu um momento musical, acrescentou que este reconhecimento “não deve ficar apenas pelas palavras”, tendo anunciado que a referida placa será instalada num local público do concelho, já no próximo ano, numa peça artística que terá como tema a frase “Aos heróis do quotidiano, protagonistas destas terras notáveis do Concelho da Moita”.

- PUB -

Na altura, o presidente defendeu que “tem de se evitar a todo o custo um novo confinamento generalizado”, dado que teria “custos tremendos” para a economia e logo, no rendimento das famílias e nas “condições gerais de saúde física e mental dos portugueses”, incluindo a própria aprendizagem e desenvolvimento de crianças e jovens. “É necessário vencer o medo. Responsabilidade e cuidado, sim. Medo não”, finalizou.

“População colaborou de forma generalizada”

Em declarações a O SETUBALENSE, o presidente do município fez “um balanço positivo” das comemorações em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, que chegam hoje ao seu final. “Era fundamental que não se esquecesse a tradição e que pudéssemos dar algum conforto a esta população, neste momento difícil que atravessamos, onde a animação e a cultura fazem falta para a nossa saúde mental, garantindo a segurança e não pondo em risco a saúde pública”, assegurou.

O autarca considera que no essencial foi o que aconteceu no decorrer destas comemorações. “Nota-se mais gente nas ruas, mais afluência às esplanadas no fim-de-semana, mas contámos com a colaboração e a intervenção muito atenta das forças de segurança”, frisou. O responsável afirmou ainda que “a população colaborou de forma generalizada”, e que as pessoas “têm a preocupação de se protegerem umas às outras”. Referiu também que “é preciso termos força para recuperar desta calamidade que se abateu sobre a humanidade”, acreditando que “2021 será um ano de regresso à actividade normal”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -