1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroBarreiro investe nove milhões para dinamizar território

Barreiro investe nove milhões para dinamizar território

Câmara aposta em quatro eixos fundamentais para recuperação económica do concelho

 

- PUB -

Para contrariar os efeitos da crise pandémica a Câmara do Barreiro anunciou que vai continuar a apostar no investimento público com um conjunto de projectos avaliados em cerca de nove milhões de euros, que têm por meta dinamizar aquele território. “Este investimento insere-se na nossa estratégia de aposta em quatro eixos essenciais”, explica Rui Braga, vereador do Planeamento e Urbanismo, que acrescenta que o futuro deve passar pela “mobilidade, qualidade de vida, responsabilidade ambiental e oportunidades de investimento privado”.

“Estamos empenhados em transformar o Barreiro na margem certa do rio Tejo para se viver, investir e trabalhar”, afirma o responsável. Os projectos em causa incluem, no âmbito da mobilidade e acessibilidade, a requalificação da zona envolvente aos edifícios do antigo dormitório da CP e Armazém de Víveres, na zona situada junto ao Barreiro A.
O autarca barreirense assegura que a obra “deverá começar ainda este ano, com a renovação da rede de abastecimento de águas e saneamento”, que à semelhança do que O SETUBALENSE havia noticiado, prevê “a criação de um novo centro urbano de cidade”, reforçando a mobilidade pedonal e suprindo barreiras arquitectónicas, para facilitar “a circulação aos transeuntes”, num investimento de 699 mil euros, em resultado de uma candidatura apresentada para a promoção da acessibilidade inclusiva.

De acordo com um comunicado daquela câmara, com “final previsto para Janeiro de 2021” está ainda uma rotunda na intersecção entre a Avenida da Escola dos Fuzileiros Navais, Rua Capitães de Abril e Rua Humberto Delgado, na União de Freguesias de Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena. Segundo a edilidade, a empreitada, orçada em 300 mil euros, tem por objectivo “solucionar um dos nós mais críticos de volume de tráfego, numa das principais entradas do concelho”, numa antiga reivindicação da população.

- PUB -

O município adianta que ainda este ano, deverão começar “os trabalhos que vão dar origem a uma nova Avenida da Liberdade, na Verderena, através da construção de uma rotunda no principal acesso à estação dos barcos”, tendo por meta “tornar o tráfego mais fluído, mantendo-se a continuação da ciclovia já existente e o alargamento de passeios que privilegiam o uso pedonal”. Com um prazo de execução de 180 dias, neste caso, os trabalhos estão orçamentados em dois milhões e 500 mil euros.

A autarquia recorda ainda que após a conclusão da empreitada da 1ª fase da Reabilitação Urbanística da Frente Ribeirinha, junto à Rua Miguel Pais, vai arrancar a 2ª fase, que “deverá estar concluída no final deste ano”. Do rol de investimentos fazem parte novos arruamentos rodoviários, bem como pavimentos pedonais, iluminação pública, entre outras obras.

Obras na Escola nº 3 arrancam em Setembro

- PUB -

Ao nível do investimento em desenvolvimento económico e depois do impasse jurídico, a câmara lembra que já foi adjudicada a conclusão das obras na EB1+JI Nº3 do Barreiro, cujo arranque está previsto para o próximo mês de Setembro, num investimento de dois milhões e 80 mil euros, que prevê a ampliação daquele estabelecimento de ensino, que deverá abrir portas no ano lectivo de 2021/2022.

Entretanto, para o último trimestre deste ano e num investimento de 700 mil euros, a autarquia conta avançar com a criação da STARTUP BARREIRO – uma incubadora de empresas a instalar na antiga fábrica de refinação de Azeite, situada nos terrenos do Parque Empresarial Baía do Tejo –, para incentivar “a reabilitação de património, a criação de emprego e o apoio ao desenvolvimento económico”.

5ª Esquadra da PSP avança em Dezembro

No âmbito dos projectos previstos está a construção da 5ª Esquadra da Polícia de Segurança Pública, situada no centro histórico do Barreiro e cuja construção arranca em Dezembro. “Já foram ultrapassados os impasses legais com o empreiteiro, que obrigaram o município a negociar, em conjunto com o Ministério da Administração Interna, uma solução que melhor servisse o interesse público”, refere a edilidade, que lembra que aquele será mais um investimento de um milhão e 200 mil euros na região.

A remodelação das instalações dos serviços operacionais camarários, em Santo André, onde será acomodado o Serviço Municipal de Protecção Civil do Barreiro (750 mil euros) e a construção, ainda este ano, do Polidesportivo da União de Freguesias de Palhais e Coina (60 mil euros), são outros dois projectos municipais a concretizar.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -