18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalFuneral com 100 pessoas e velório quebra regras em tempo de pandemia

Funeral com 100 pessoas e velório quebra regras em tempo de pandemia

Cerimónias fúnebres tiveram lugar no crematório do Cemitério da Paz, onde vigora o limite máximo de dez pessoas por funeral

 

- PUB -

O Complexo Crematório de Setúbal (CCS) recebeu esta terça-feira um funeral com um número de acompanhantes muito superior ao limite em vigor, imposto pela Câmara Municipal de Setúbal para os cemitérios do concelho, revelaram várias testemunhas a O SETUBALENSE.

No funeral em causa participaram cerca de uma centena de pessoas, quando o limite máximo decretado para este período de pandemia da Covid-19 é de dez. A cremação teve lugar pouco depois das 15 horas e, antes disso, houve ainda velório, que está igualmente proibido.

- PUB -

“Teve velório de sala, desde a véspera, ao final da tarde, e hoje até à hora do funeral. Quase 24 horas de velório”, relatou a O SETUBALENSE uma fonte que não quer ser identificada.

A PSP foi chamada, através de telefone, mas até ao momento não foi possível apurar se a polícia chegou a deslocar-se ao local. O SETUBALENSE questionou o Comando Distrital de Setúbal da PSP, mas não obteve resposta até à publicação desta notícia.

À mesma hora em que no crematório decorria este funeral, o Cemitério da Paz recebeu um segundo funeral, limitado no número de pessoas, cuja família manifestou desagrado pela diferença de tratamento.

- PUB -

O SETUBALENSE perguntou à Câmara de Setúbal, que tutela os cemitérios e que aprovou o limite máximo de dez pessoas por funeral, se teve conhecimento do caso.

“Tratando-se de uma concessão a privados, não fazemos comentários sobre a matéria”, foi a resposta enviada pela autarquia.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -