2 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalDemolições na Quinta da Parvoíce avançaram esta manhã

Demolições na Quinta da Parvoíce avançaram esta manhã

Moradores esperavam que o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana avisasse o dia e hora. “Tinha ficado acordado um contacto antes das máquinas chegarem, por questões de segurança, mas não cumpriram”

Ontem o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) confirmou que não iria demolir habitações na Quinta da Parvoíce, em Setúbal, apenas anexos. Esta manhã, pelas 9h00, o compromisso foi cumprido, mas os moradores esperavam ser avisados antes da chegada das máquinas, técnicos e forças de segurança.

- PUB -

“Isto não é novidade, já sabíamos que iam demolir estes anexos e o que definiram foi cumprido”, afirma Jorge Pimenta, representante dos moradores. “Mas tínhamos acordado com o IHRU para que nos avisassem antes de chegar a equipa ao local, mesmo por questões de segurança, por há pessoas a circularem por aqui é impossível esperar que fiquem dentro de casa, ou num circunscrito quando estão a ver o início da derrocada do bairro onde vivem há anos”.

A área do bairro ilegal que teve demolições corresponde a uma zona de mata, propriedade do IHRU, onde há cerca seis anos começaram a ser levantadas novas construções deste bairro que, inicialmente começou a nascer, improvisado, há cerca de 20 anos.

“No total o bairro atem umas 120 pessoas, a maior parte vive na zona baixa. Aí o terreno é propriedade da Câmara Municipal de Setúbal”, acrescentou.

- PUB -

Manuel Guerra Henriques, advogado que está a prestar apoio à comunidade, interpôs uma providência cautelar no Tribunal de Setúbal, para impedir demolições de habitações na Quinta da Parvoíce, mas até ao momento não há decisão.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -