27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioÚltimasJornal 'O SETUBALENSE' ganha 1.° prémio de jornalismo

Jornal ‘O SETUBALENSE’ ganha 1.° prémio de jornalismo

‘O SETUBALENSE conquistou o 1.° lugar  do prémio de jornalismo atribuído pela EAPN Portugal/Rede Europeia Anti Pobreza na categoria Imprensa Regional.

- PUB -

O resultado da premiação instituída pela referida organização não governamental foi ontem anunciado e veio distinguir um trabalho da jornalista Ana Martins Ventura e do fotojornalista Alex Gaspar.

“Esta é uma vitória nossa” intitulou a peça jornalística redigida por Ana Martins Ventura sobre o bairro da Jamaica, no Seixal, publicada na edição de 21 de Dezembro de 2018 de O SETUBALENSE.

O 2.º prémio, na categoria Imprensa Regional, foi atribuído ao trabalho “Inclusão – quando as empresas abrem portas à diferença todos saem a ganhar” publicado no Jornal Região de Leiria, da autoria do jornalista Carlos S. Almeida e do fotojornalista Joaquim Dâmaso.

- PUB -

O 3.° prémio coube ao Jornal de Leiria, pela peça “Sementes da globalização” da autoria da jornalista Daniela Franco Sousa e do fotojornalista Ricardo Graça.
Esta foi a primeira edição deste prémio de jornalismo que visa “Analisar a pobreza na Imprensa”, distinguindo trabalhos jornalísticos que “abordem a pobreza e a exclusão social de forma digna, livre de preconceito e de outras representações negativas sobre estas matérias”.

“Os trabalhos jornalísticos propostos a concurso foram seleccionados e analisados pelas pessoas que constituem os 18 Conselhos Locais de Cidadãos – um por distrito – e, finalmente, seleccionados e avaliados por 4 elementos desse mesmo conselho que os representam”, explica a organização, adiantando que foram submetidos a apreciação um total de 58 trabalhos jornalísticos (28 nacionais e 30 regionais).

Na categoria Imprensa Nacional o pódio de premiados ficou, respectivamente, ordenado da seguinte forma: 1.° prémio, jornalista Ana Cristina Pereira e fotojornalista Adriano Miranda pelo trabalho “Esta escola já não é só para ciganos” – Jornal Público de 28 de Outubro de 2018; 2.º prémio, jornalista Ana Mafalda Inácio e fotojornalista Reinaldo Rodrigues pelo trabalho “Um milhão e 700 mil portugueses têm incapacidade. Somos uma sociedade inclusiva? – Diário de Notícias de 02 de Dezembro de 2018; e 3.º prémio, jornalista Ana Cristina Pereira e fotojornalista Paulo Pimenta pelo trabalho “Lurdes vive na carcaça de uma antiga escola. Para onde irá agora? – Jornal Público de 8 de Novembro de 2018.

- PUB -

Em ambas as categorias – nacional e regional – só o 1.º lugar receberá um prémio – peça assinada pelo artista plástico João Carqueijeiro; os premiados em 2.º e 3.º lugares serão agraciados com um galardão simbólico.
A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar no Museu Nacional da Imprensa, no Porto, no próximo dia 16 de Outubro, às 18 horas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -