19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Programa da Assembleia da República leva alunos a debaterem problemática da saúde mental

Programa da Assembleia da República leva alunos a debaterem problemática da saúde mental

Programa da Assembleia da República leva alunos a debaterem problemática da saúde mental

Sessão decorreu na Secundária Sebastião da Gama e contou com a participação de quinze escolas

 

A Escola Secundária Sebastião da Gama, em Setúbal, recebeu na manhã de ontem “alunos de quinze estabelecimentos de ensino”, que, no âmbito do Programa Parlamento dos Jovens, promovido pela Assembleia da República, reflectiram e debateram “sobre os desafios e as respostas na esfera da saúde mental nos jovens”.

- PUB -

Na sessão do Círculo Eleitoral de Setúbal do Parlamento dos Jovens, a directora regional de Lisboa e Vale do Tejo do Instituto Português do Desporto e Juventude “reconheceu o impacte positivo da iniciativa para estimular a participação cívica e política dos jovens”.

Além disso, Eduarda Marques referiu que a sua realização contribui “para a resolução de questões que afectam o presente e o futuro individual e colectivo”, explica a Câmara de Setúbal em nota de Imprensa.

Também presente esteve Nuno Carvalho, deputado à Assembleia da República eleito pelo PSD, que disse que o tema em debate é importante “naquilo que diz respeito à situação do País e à condição que o mundo passou, concretamente a pandemia”.

- PUB -

Já Bruno Santos, delegado regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo, referiu que o Parlamento dos Jovens representa um “momento de desafio democrático”, no qual é reflectido “um problema para o qual é fulcral estar atento”.

“Não se vê a surgir e não se consegue diagnosticar com um registo comportamental no imediato”, acrescentou. Na sua intervenção, Pedro Pina, vereador na Câmara Municipal de Setúbal, realçou “o contributo da juventude para dar maior visibilidade à discussão da problemática da saúde mental”.

“São os jovens que mais podem contribuir para que o tema da saúde mental seja cada vez mais uma prioridade na ordem do dia dos políticos”, destacou o vereador da Juventude e da Saúde na Câmara de Setúbal.

- PUB -

“Interessa dar voz aos jovens agora. Têm ideias, dificuldades e opiniões de hoje para construir o presente e olhar com confiança para o futuro. São estas gerações que estão a pôr o dedo na ferida, a sensibilizar para a sustentabilidade do planeta, para a discriminação e para as questões da igualdade”, acrescentou.

A directora do Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama, Fernanda Oliveira, por sua vez, salientou que “a democracia constrói-se e reconstrói- -se todos os dias”. “Isso só é possível se houver envolvimento e participação cívica activa, em particular dos nossos jovens”, salientou.

O Parlamento dos Jovens, “cujos deputados-eleitos participam, no final de Maio, na sessão nacional a realizar-se na Assembleia da República”, é organizado em colaboração com o Ministério da Educação e o Instituto Português do Desporto e da Juventude.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -