23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
GATEM inaugura nova casa no bairro da Bela Vista 

GATEM inaugura nova casa no bairro da Bela Vista 

GATEM inaugura nova casa no bairro da Bela Vista 

Presidente da Câmara realça que novo espaço se enquadra na estratégia de melhorar condições do movimento associativo

 

A GATEM – Espelho Mágico já tem uma nova casa no Bairro da Bela Vista, após a Câmara Municipal de Setúbal ter cedido e requalificado as instalações. O autarca sadino afirmou, durante a inauguração da nova sede, que este espaço se enquadra na estratégia de melhoria das condições de trabalho do movimento associativo.

- PUB -

“Quero recordar-vos que assumi, no início do mandato, o compromisso de procurar responder às necessidades estruturantes das instituições do movimento associativo e aqui estamos, com satisfação, a cumprir este objectivo da GATEM e da Câmara Municipal”, afirmou o autarca no decorrer da cerimónia de inauguração do espaço, que está situado na Rua da Figueira Grande.

O líder autárquico realçou que “o sentimento é de grande alegria” por, com a inauguração das novas instalações da GATEM, se estar “a cumprir” o que “assumiu” na candidatura à liderança da autarquia sadina, além da cooperativa ter agora “instalações adaptadas à sua actividade”.

O autarca considerou que a GATEM tem “um relevante papel na dinamização do concelho”, saudando os artistas que “para ela contribuem”. André Martins deixou também um “agradecimento especial” aos trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal pela “execução da obra de requalificação do espaço”.

- PUB -

“Estas boas instalações foram requalificadas pelos serviços municipais e adaptadas conforme as solicitações da GATEM, adequando-se às suas necessidades de trabalho e de funcionamento”, enalteceu o edil setubalense.

 

Instalações cedidas a título gratuito

- PUB -

A cedência destas duas fracções destinadas a equipamentos que a autarquia possui no número 6 da Rua da Figueira Grande foi feita, de acordo com a proposta apresentada em reunião pública, porque a autarquia “acredita” que esta associação “necessita de instalações adequadas à sua actividade”, de modo a “assegurar a logística indispensável ao funcionamento da cooperativa e à produção dos espectáculos”.

Estas duas fracções, uma com 211 e outra com 274 metros quadrados, são cedidas pelo município a “título gratuito” pelo período de quatro anos. Segundo a proposta camarária já aprovada, o contracto de comodato será sucessivamente renovado por períodos de um ano, excepto se for denunciado por uma das partes, de acordo com a minuta integrante da proposta.

A Câmara Municipal de Setúbal reconhece o movimento associativo e cooperativo como um “parceiro fundamental no desenvolvimento do concelho”, garantindo que “apoia e colabora” com associações estabelecendo “relações interinstitucionais” que permitem a “optimização de recurso e uma intervenção pertinente e adequada” às necessidades da população”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -