23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Docapesca concretiza recorde de 11,2 M€ de investimento em 2023

Docapesca concretiza recorde de 11,2 M€ de investimento em 2023

Docapesca concretiza recorde de 11,2 M€ de investimento em 2023

Construção da nova lota da Carrasqueira e a reabilitação da lota de Vila Nova de Milfontes destacados nos investimentos

 

A Docapesca concretizou um investimento recorde de 11,2 milhões de euros em 2023, um aumento de 45% face ao período homólogo, e tem previstos seis milhões de euros para 2024, segundo os dados enviados à Lusa.

- PUB -

“No ano de 2023, o investimento concretizado pela Docapesca atingiu o recorde anual absoluto de 11,2 milhões de euros, o que representou um aumento de mais de 45% face ao ano anterior”, adiantou a empresa, em resposta à Lusa.

Entre estes investimentos está a reabilitação dos armazéns de aprestos e novo cais flutuante do porto de Vila do Conde, as novas escadas e defensas na ponte-cais número um do porto de Matosinhos, a dragagem da bacia portuária do porto de Aveiro, a pavimentação do Porto da Figueira da Foz, a reabilitação das lotas de Peniche e Nazaré e a nova lota de Cascais.

Destaca-se também a construção dos pavilhões de descarga do pescado do cerco de Sesimbra e Sines, a construção da nova lota da Carrasqueira, a reabilitação da lota de Vila Nova de Milfontes, bem como a reabilitação da frente ribeirinha de Vila Real de Santo António.

- PUB -

No âmbito da transição energética e digital, surgem, por exemplo, a instalação dos novos parques fotovoltaicos nos portos de Lagos, Arade e Olhão, a instalação do sistema SAP e o desenvolvimento da aplicação PeRAIA, “que irá permitir a pescadores e cientistas acederem a dados sobre raia curva e assim melhor gerirem as respectivas capturas”.

Entre 2016 e 2023, o investimento realizado pela Docapesca somou 50 milhões de euros.

Este valor é financiado por receitas próprias e pelo programa Mar 2020.

- PUB -

Para 2024, está previsto um investimento superior a seis milhões de euros.

“O conjunto de investimentos realizados pela Docapesca tem como principal objectivo melhorar o serviço público prestado aos seus utentes e ajudar a valorizar o produto do seu trabalho”, apontou.

No ano passado, o valor do pescado transaccionado nas lotas e postos de Portugal continental, geridos pela Docapesca, ultrapassou os 250 milhões de euros, um aumento de cerca de 2% face a 2022.

Por sua vez, a quantidade transaccionada ficou em cerca de 110.000 toneladas.

A Docapesca é uma empresa do sector empresarial do Estado, tutelada pelos ministérios da Agricultura e das Finanças, que conta com 506 trabalhadores.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -