13 Junho 2024, Quinta-feira

- PUB -
Cordão humano pretende alertar Ministério da Educação para problemas da Aranguez

Cordão humano pretende alertar Ministério da Educação para problemas da Aranguez

Cordão humano pretende alertar Ministério da Educação para problemas da Aranguez

Acção, com início marcado para as 17h30, realiza-se junto da entrada principal da Escola Básica 2,3 de Aranguez

 

A Associação de Pais e Encarregados de Educação de Aranguez, em Setúbal, têm programado para amanhã, 13 de Junho, um cordão humano “para chamar a atenção do Ministério da Educação para os problemas estruturais do estabelecimento de ensino”.

- PUB -

A acção, com início marcado para as 17h30, “realiza-se junto da entrada principal da Escola Básica 2,3 de Aranguez com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de São Sebastião, cujos presidentes marcam presença”, explica a edilidade em comunicado.

Actualmente, a Escola Básica 2,3 de Aranguez, cujo “edifício nunca registou qualquer intervenção de fundo”, apresenta problemas ao nível do saneamento e das caixilharias, a par de infiltrações, possuindo vários espaços que não permitem uma utilização plena”.

“No âmbito da transferência de competências da administração central para as câmaras municipais na área da Educação, efectivada em 1 de Abril de 2022, esta escola ficou sinalizada como sendo de intervenção prioritária, por apresentar vários problemas”.

- PUB -

Nesse sentido, o município recorda que “já fez diversas diligências para a concretização das obras necessárias, inclusivamente junto do Ministério da Educação, mas não obteve respostas”.

Em Outubro último, durante uma visita ao estabelecimento de ensino, a vice-presidente da edilidade referiu tratar-se de “uma escola com 40 anos que teve intervenções muito pontuais”.

“Há problemas na cobertura que, por não terem sido resolvidos no tempo certo, agravaram as condições no interior do edifício. Agora está à vista de todos que a escola precisa de uma requalificação geral mais profunda”, defendeu na altura Carla Guerreiro.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -