19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Ciclo celebra centenário do nascimento de Joana Luísa e Sebastião da Gama

Ciclo celebra centenário do nascimento de Joana Luísa e Sebastião da Gama

Ciclo celebra centenário do nascimento de Joana Luísa e Sebastião da Gama

Filme “Itinerário” de Alberto Pereira, sobre o poeta, estreou na sessão de abertura

 

Os cem anos do nascimento de Joana Luísa da Gama foram celebrados esta terça-feira, 28 de Fevereiro, com a abertura do ciclo de Comemorações do Centenário do Nascimento de Joana Luísa e Sebastião da Gama, na Casa-Memória que homenageia os dois, em Vila Nogueira de Azeitão.

- PUB -

O conjunto de iniciativas, dinamizado pela Câmara Municipal de Setúbal, Junta de Freguesia de Azeitão e Associação Cultural Sebastião da Gama, decorrerá até Abril do próximo ano.

“Abrimos estas comemorações de um centenário que é comum.

O Sebastião e a Joana Luísa não existem um sem o outro e este foi o mote para a preparação de um programa comemorativo que iremos apresentar no dia 10 de Abril e que tem como objectivo que estas personagens que amamos permaneçam vivas entre nós”, disse o presidente da associação.

- PUB -

Além disso, Lourenço de Morais aproveitou o momento para lançar o primeiro caderno do Centro de Estudos da associação, “Sebastião da Gama para uma bibliografia passiva”.

Dedicado à bibliografia passiva de Sebastião da Gama, “a compilação do que existe sobre o poeta, em constante actualização”, é da autoria de João Reis Ribeiro, vice-presidente da associação. “Poderá ser descarregado livremente no nosso site, visando cumprir o plano de actividades que delineámos e também fornecer informação a quem se dedique a estudar Sebastião da Gama”, adiantou.

Até Abril de 2024 vão ser ainda disponibilizados os cadernos “Notas biográficas sobre Joana Luísa” e “Bibliografia activa de Sebastião da Gama”.

- PUB -

Já Sónia Paulo, presidente da Junta de Freguesia de Azeitão, frisou “o ano de muitas celebrações” que se avizinha, reconhecendo “a mais-valia que Sebastião da Gama e Joana Luísa têm neste território”.

Nas suas palavras, “Joana Luísa dedicou a vida ao amor e manteve Sebastião da Gama vivo, na memória, no passado e na presença do futuro”. “Assegurou que as suas palavras durariam mais que a sua passagem terrena, que o homem e a obra vivessem além do seu tempo”, disse a autarca.

Sebastião da Gama, “o poeta da Arrábida e professor”, por seu turno, “confiou um dos segredos sobre a felicidade, o modo como é fácil encontrá-la nas coisas mais mundanas e banais que são afinal tão raras e únicas como a perfeição da natureza ou o amor”, acrescentou, adiantado que “71 anos depois continua-se a lamentar a sua morte tão precoce”.

Recordar Joana Luísa da Gama no centenário do seu nascimento é, também, de acordo com André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, “evocar a memória do seu marido e companheiro Sebastião da Gama, que será um dos mais fortes símbolos da força azeitonense”.

A Casa Memória tem dado “um contributo decisivo para a divulgação da sua obra e para a preservação da sua memória e de Joana Luísa, que também se deixou ir pelo sonho”, e a poesia de Sebastião da Gama “será uma vez mais a inspiração para o XVII Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama”, também apresentado na tarde de terça-feira.

A admissão dos originais a concurso decorre entre 1 de Maio e 30 de Setembro e a obra vencedora será anunciada a 7 de Fevereiro do próximo ano, com a cerimónia de entrega do prémio e apresentação da obra vencedora a estar marcada para 10 de Abril de 2024 na Casa Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama.

Nesta abertura do ciclo comemorativo foi ainda exibido o filme “Itinerário – o meu caminho até Sebastião da Gama”, do realizador Alberto Pereira, com apresentação de Salvador Peres, autor do argumento e também da banda sonora do filme.

Até Abril de 2024 Programação inclui conferências e publicação de obra do poeta

Além da nova mostra expositiva patente nas vitrines da Casa Memória, que apresenta o álbum fotográfico de Joana Luísa e Sebastião da Gama, das actividades a anunciar no próximo dia 10 de Abril, a decorrer até Abril de 2024, fazem parte um plano de conferências com o tema “Ler Sebastião da Gama”, que conta com a participação de nomes como Alberto Manguel, Nuno Júdice, Carlos Reis, Miguel Támen, Afonso Reis Cabral, Viriato Soromenho-Marques, Frei Hermínio Araújo, entre outros.

“Iremos promover também sessões de poesia, em espaços fechados e ao ar livre, e uma exposição de pintura alusiva ao Sebastião da Gama”, explicou João Reis Ribeiro, vice-presidente da Associação Cultural Sebastião da Gama, para depois acrescentar que “no plano editorial, além dos cadernos, se vai tentar que até Abril de 2024 sejam publicados alguns estudos sobre o Sebastião da Gama e também obra dele”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -