24 Fevereiro 2024, Sábado
- PUB -
InícioSociedade‘Abraçar o Sado e a Arrábida’ vence prémio CCEP Avançamos Setúbal

‘Abraçar o Sado e a Arrábida’ vence prémio CCEP Avançamos Setúbal

Associação Arco vai envolver jovens e idosos em 15 expedições marítimas e terrestres, durante o ano de 2024

 

- PUB -

A ARCO – Associação para o Desenvolvimento do Sul, é a vencedora da segunda edição do prémio CCEP Avançamos Setúbal, revelou a organização, a Coca-Cola Europacif Partners Portugal (CCEP), que promove este concurso anual em colaboração com o jornal O SETUBALENSE e com o apoio da Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS).

O projecto vencedor, que vai receber 10 mil euros, denomina-se ‘Abraçar o Sado e a Arrábida’ e consiste em iniciativas de sensibilização ambiental, para jovens e idosos, de escolas e instituições de solidariedade social da região, nas reservas naturais do Estuário do Sado e do Parque Natural da Arrábida.

A associação propõe-se fazer 15 acções de sensibilização, ao longo de todo o ano de 2024, a propósito dos diversos dias internacionais relacionados com a preservação ambiental, como o Dia Mundial da Água, Dia Mundial da Terra, ou Dia Mundial dos Oceanos, e assegurar a participação de centenas de pessoas.

- PUB -

“Envolver directamente, pelo menos, 500 jovens (escolas e instituições) e ‘menos jovens’ (instituições de terceira idade) em acções directas de sensibilização ambiental, no rio Sado e na Serra da Arrábida, por forma a criar uma escalada de divulgação viral nas comunidades escolares, nos núcleos familiares e amigos, nas redes sociais e ainda na comunicação social”, é o objectivo da Arco com este projecto, segundo pode ler-se na candidatura.

Os objectivos elencados são “a preservação da vida marinha no Estuário do Sado”, a “preservação da vida terrestre na Reserva Natural do Estuário do Sado”, “preservação da Vida terrestre no Parque Natural da Arrábida” e “mitigação e prevenção dos impactos das Alterações Climáticas”. Metas em linha com os Objectivos de Desenvolvimento Saudável (ODS) fixados pelas Nações Unidas.

Na prática, o projecto passa por oito expedições marítimas ao Estuário do Sado e seis expedições terrestres, na praia e na serra da Arrábida, em parceria com outros agentes, como a empresa Rotas do Sal, que fornecerá os meios logísticos, nomeadamente para transporte dos grupos, no rio e em terra.

- PUB -

Esta segunda edição do prémio CCEP Avançamos Setúbal contou com a participação de seis organizações que desenvolvem actividades no distrito e, segundo o júri – composto por representantes da CCEP, O SETUBALENSE e AMRS – as candidaturas apresentadas são de “elevada qualidade, muito diversas e bastante criativas” pelo que quase todas poderiam vencer.

 

Projectos diversos e inovadores

As outras candidaturas são da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), com o projecto “Lagoas do concelho de Sesimbra: conhecer e manter para proteger”, que ficou em segundo lugar; da UNISETI – Universidade Sénior de Setúbal, com um projecto para a criação de uma horta urbana no Parque do Bonfim, que ficou em terceiro lugar; da ACNI – Associação Cultural Novas Ideias, com o projecto “As traseiras”, de valorização de espaços baldios junto a prédios (que conquistou o Prémio Voluntariado Jovem Montepio – 11a edição); da cooperativa “Biovilla, somos natureza em regeneração”, de sensibilização de visitantes da quinta, em Palmela, e de estudantes; e da Experimentáculo Associação Juvenil, com o projecto “Grand European Express”, um intercâmbio itinerante, de Erasmus, que passou por quatro países europeus envolvendo 33 jovens.

A ARCO, entidade vencedora desta edição, tem sede social no concelho do Montijo e apresenta-se como uma associação sem fins lucrativos que tem como “única finalidade a promoção do desenvolvimento económico e social a sul do tejo, principalmente na Península de Setúbal” e que tem desenvolvido actividade nas áreas da saúde, da assistência social a jovens e idosos, educação, cultura, desporto, lazer e intervenção ambiental. Uma das mais recentes acções promovidas pela associação foi uma operação de limpeza de praia, no cabeço da Cambalhão, frente a Tróia, que mobilizou três dezenas de pessoas.

O cheque de 10 mil euros será entregue à associação vencedora em data a anunciar em breve.

O prémio CCEP Avançamos Setúbal tem como objectivo apoiar projectos com impacto relevante no distrito de Setúbal, em linha com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, relacionados com água potável e saneamento, energias renováveis e acessíveis, acção climática, protecção da vida marinha ou da vida terrestre.

Na primeira edição, o prémio CCEP Avançamos Setúbal distinguiu o projecto “Há Vida Na Quinta”, da associação ANIME, destinado a promover a biodiversidade na Freguesia da Quinta do Conde, no concelho de Sesimbra. Esta associação recebeu o cheque, no valor de 10 mil euros, em cerimónia pública, na fábrica de Azeitão, no dia 17 de Novembro de 2022.

O regulamento da edição deste ano pode ser consultado em osetubalense.com sendo que, no próximo ano, poderá haver pequenas alterações.

A organização do prémio agradece a todas as organizações concorrentes.

 

 

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -