1 Março 2024, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeConstrução de hospitais em destaque nos investimentos do Governo para a região

Construção de hospitais em destaque nos investimentos do Governo para a região

Construção de hospitais em destaque nos investimentos do Governo para a região

 

- PUB -

A proposta de Orçamento do Estado para 2024 (OE2024) já está cá fora e são já conhecidos os investimentos que, um pouco por todo o distrito, prevêem a melhoria nas questões da saúde, mobilidade e habitação.

Os maiores destaques são os investimentos no sector da Saúde, nomeadamente para dois hospitais, Setúbal e Seixal, e ainda, para as três novas Unidades Locais de Saúde, de Almada-Seixal, Arrábida e Arco Ribeirinho.

No total do investimento, ao nível da Saúde na nossa região, a verba vai ser superior a 28 milhões 359 mil euros. Em 2024 vão ser investidos 27 milhões de euros no novo Hospital do Seixal, depois de a verba do orçamento de 2023 ter sido de 1 milhão de euros. Nos anos seguintes o investimento na construção do novo hospital vai continuar, até ao total de
88 milhões.

- PUB -

O Governo prevê “lançar concurso para o Hospital de Proximidade do Seixal”, informação que pode ser consultada no documento do OE2024.

Já no Centro Hospitalar de Setúbal (CHS), designadamente no Hospital de São Bernardo, o ano que vem prevê a aplicação de 1 milhão de euros, depois de este ano terem sido 17 milhões. As verbas integrais para o novo edifício vão ser na ordem dos 28 milhões de euros. Recorde-se que, no final do mês de Março, arrancaram as obras de ampliação do Hospital de Setúbal com vista à construção de um novo edifício que vai receber as especialidades materno-infantis.

O Executivo propõe “acompanhar as importantes obras em curso na requalificação das maternidades públicas, no novo edifício do Hospital de S. Bernardo do Centro Hospitalar de Setúbal”.

- PUB -

Espera-se ainda a transferência de um montante que ronda os 154 mil euros para a Unidade de Saúde Local Almada-Seixal, cerca de 109 mil euros para a Unidade Local de Saúde da Arrábida, e ainda, 96 mil euros para a Unidade Local de Saúde do Arco Ribeirinho.

Infra-estruturas e ensino Superior também merecem atenção

As infra-estruturas e os transportes ferroviários são duas outras áreas a que o Governo destina verbas no próximo ano. No âmbito da Rede Ferroviária Nacional, destaca-se a linha de Sines a Caia, onde se prevê a ligação às Ermidas-Sado, em Santiago do Cacém.

“Em 2024 dar-se-á seguimento ao ambicioso programa de investimentos na requalificação e modernização da Rede Ferroviária Nacional, alicerçada na conclusão dos empreendimentos do Programa de Investimentos Ferrovia 2020 e no desenvolvimento das iniciativas contempladas no Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030).

Destacam-se como principais intervenções em curso, em fase adiantada de concretização (…) a modernização da Linha de Sines”, avança o documento de 389 páginas.

Sobre este assunto o primeiro-ministro António Costa disse, na passada sexta-feira em Gondomar, que, a ser realizado, o “investimento da linha entre Sines e Caia é o maior dos últimos 100 anos na ferrovia”.

Já no âmbito rodoviário, em 2024, é esperado um investimento de 24 milhões de euros, de um total de 58 milhões, no Itinerário Principal 8 (IP8) na ligação com a Auto-estrada
26 (A26), no sentido de aumentar a capacidade da ligação entre Sines e a Auto-estrada 2 (A2).

No Ensino Superior, e falando na região, o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) vai receber uma verba de 1 milhão 631 mil e 606 euros no campo das “Transferências para entidades não integradas no sector da Administração Central”. Nos Serviços de Acção Social do IPS vão ser ainda dirigidos 5 mil euros.

Outra das medidas é dirigida aos estudantes bolseiros deslocados que estejam a frequentar o ensino superior público com vista a que os “complementos pagos” estejam “de acordo com o preço médio do alojamento privado praticado nas diferentes cidades do País”.

Assim, e de acordo com a percentagem do indexante dos apoios sociais (IAS), os alunos vão receber apoios na ordem dos 336,30 euros (para se alojarem nos concelhos de Setúbal e Almada), 288,26 euros (Barreiro) e 264,24 euros nos “demais concelhos não incluídos nos escalões anteriores”.

Ao nível de outros projectos sabe-se que o Governo tem intenção de avançar com a “expansão das áreas naturais a salvaguardar na Zona Especial de Conservação do Estuário do Sado e a criação da Zona Especial de Conservação da Costa de Setúbal”.

Estas propostas podem ainda sofrer alterações tendo em conta que o OE2024 só é votado na globalidade a 29 de Novembro. Antes disso esperam-se ainda as audições parlamentares dos ministros das Finanças e do Trabalho – a 26 e 27 de Outubro –, e, a discussão na generalidade, que decorre na Assembleia da República nos dias 30 e 31 de Outubro.

- PUB -

Mais populares

Homem encontrado morto em casa no centro de Setúbal [Actualizada]

Cadáver de José, de 66 anos, foi transportado para a morgue do Hospital de São Bernardo para realizar autópsia

PJ investiga cadáver encontrado no interior de uma viatura em Setúbal

Populares alertaram as autoridades pelas 22h30. Homem, de 57 anos, terá morrido por causas naturais

Pedro Catarino já é goleador-mor dos sadinos na 1.ª Divisão da AF Setúbal

Com cinco golos no Vitória B, avançado do plantel principal volta a ser decisivo
- PUB -