4 Fevereiro 2023, Sábado
- PUB -
InícioSociedadePublireportagem: “Espiral Zen” ajuda a encontrar bem-estar físico, mental e emocional na...

Publireportagem: “Espiral Zen” ajuda a encontrar bem-estar físico, mental e emocional na zona do Alto do Seixalinho

Diversificado número de eventos acontece fora do horário de funcionamento desta loja

 

- PUB -

A funcionar no Alto do Seixalinho, no Barreiro, em instalações situadas na Rua Dr. Manuel Pacheco Nobre, o espaço Espiral Zen está cada vez mais focado em fazer a diferença. Acompanhar o cliente para o ajudar sempre que necessário e quando procurar os serviços alternativos dos terapeutas que ali exercem a sua actividade.

O espaço surgiu através da criação de uma página de Internet durante o confinamento gerado pela crise pandémica, chamada “Espiritualidade e Tu”, para dar dicas às pessoas e ajudá-las sobre questões associadas à meditação, guiando-as na escolha de um cristal que as pudesse ajudar ou proteger. Desde 29 de Janeiro de 2021, Rodolfo Mata e Susana Pereira, responsáveis por esta área de negócio, decidiram alterar a designação para o nome actual, com o intuito de dar mais consistência ao projecto, agora através de instalações próprias.

Em Julho deste ano, os responsáveis decidiram inaugurar o espaço, tendo aberto ao público a 11 de Julho. Desde então, os terapeutas que ali exercem a sua acção dedicam-se a fazer diversas terapias holísticas, barras de ‘acess’, mesa radiónica, reiqui, consultas de baralho cigano, terapia multidimensional e multidimensional física e da consciência, além de reflexologia, massagem de som, concertos meditativos de taças tibetanas e meditação guiada.

- PUB -

Já um pouco fora das terapias, a Espiral Zen realiza ainda workshops sobre determinados assuntos ligados à área holística, além de apostar na promoção de vários cursos. “Com este espaço, pretendemos fazer um seguimento consistente com o cliente, desde que entra pela porta até à sua saída, mantendo uma ligação com o mesmo para a sua fidelização, sendo uma das nossas metas conseguir ajudar os mesmos a utilizar determinados produtos, algo que consideramos ser muito importante”, afirma Rodolfo Mata.

O responsável apelida o local como um espaço multifunções, com a criação de conteúdos nas redes sociais, a publicação de terapias disponíveis no local, falando com os terapeutas para ajudarem a realizar diversos tratamentos. Desde que abriu ao público, o balanço da actividade realizada é “positivo”, tendo sido realizado um diversificado número de eventos fora do horário de funcionamento.

“A venda de produtos holísticos e exotéricos tem possibilitado o desenvolvimento económico do espaço, mas também a procura desse produto, que é o que nos caracteriza”, acrescenta o empresário, revelando que a montra da loja se encontra tapada com o objectivo de preservar a identidade de quem entra no espaço. “As mentalidades mudaram e nós queremos ainda mais mudar essa ideia, através desta decisão propositada, para que quem entra aqui esteja à vontade, preservando ao máximo a identidade de quem nos procura”, sublinha.

- PUB -

No início do próximo ano, o Espiral Zen pretende ainda dar início a 7 de Janeiro à realização de um curso de baralho cigano, das 09h30 às 18 horas, além de meditações guiadas, entre outros projectos “surpresa” que estão calendarizados para a mesma altura, num trabalho apostado na diferença. O Espiral Zen funciona no n.º 77 daquela artéria barreirense, de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 13horas e das15 às 19h00, e aos sábados, das 9 às 13 horas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

Minipreço do Bairro do Liceu assaltado esta tarde

O assaltante, que usava uma máscara de palhaço para não ser identificado, terá ameaçado os presentes com uma faca.
- PUB -