28 Novembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioSociedadePedro Abrunhosa em concerto duplo dia 3 no Barreiro

Pedro Abrunhosa em concerto duplo dia 3 no Barreiro

Depois de esgotar apresentação inicial, músico sobe ao palco do AMAC na tarde desta data

 

- PUB -

Depois de esgotar o concerto previsto para 3 de Dezembro no Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC), Pedro Abrunhosa vai subir ao palco também à tarde da mesma data, pelas 16h30, numa sessão extra que promete juntar neste equipamento mais apreciadores do cantor portuense.

Aos 61 anos de idade, Abrunhosa é um dos mais prestigiados artistas portugueses da actualidade e conta com uma longa e prestigiada carreira, iniciada – em nome próprio – em 1994, ano em que editou “Viagens”, um disco que se tornaria um marco histórico da música portuguesa nas últimas décadas.

“Tempo” (1996), “Silêncio” (1999), “Momento” (2002), “Luz” (2007), “Longe” (2010), “Contramão” (2013) e “Espiritual” (2018), são os discos de originais que sucederam ao trabalho “Viagens” e que completam a obra original do cantor, quase todos marcantes, numa carreira recheada de prémios, desde Globos de Ouro a Prémios da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), passando por galardões de Ouro e Platina por vendas de quase todos os discos e que foram a base de milhares de concertos – maioritariamente esgotados e para grandes multidões –, um pouco por todo o mundo.

- PUB -

Um concerto de Pedro Abrunhosa é e será sempre um evento de relevo musical e social, dado o próprio não abdicar de transmitir a sua opinião sobre assuntos políticos e sociais. O preço dos bilhetes é de 15 euros. Opinião Musical

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

“Tenho a vida completamente destruída”

Os relatos dos funcionários da Palvidas, que mesmo sem ordenados aparecem no trabalho por apreço aos doentes que transportam
- PUB -