5 Dezembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioSociedadeMercadona aumenta salário de entrada em 11% a partir de Janeiro

Mercadona aumenta salário de entrada em 11% a partir de Janeiro

Cadeia de supermercados, que abriu lojas recentemente em Setúbal e no Montijo, oferecerá um vencimento 16,6% acima do salário mínimo nacional definido para 2023

 

- PUB -

A Mercadona, empresa de supermercados que abriu recentemente novas lojas em Setúbal e no Montijo, vai aumentar em 11% o salário de entrada dos seus colaboradores.

Em comunicado de Imprensa, a cadeia de supermercados informa que o vencimento mínimo auferido por um colaborador da Mercadona será, a partir de Janeiro de 2023, de 1.034 euros brutos mensais, o que representa uma diferença de 147 euros em relação ao salário minino nacional.

Além deste aumento, a empresa informa também que os colaboradores beneficiam da “política de progressão salarial da empresa”, que corresponde a um aumento de 11% anual que permite atingir um salário no valor de 1.414 euros brutos mensais (com duodécimos) num máximo de 4 anos de antiguidade, sendo que adicionalmente recebem também um prémio anual por objectivos que corresponde a um salário extra, nos primeiros 4 anos, e 2 salários extra nos anos seguintes.

- PUB -

De acordo com Hugo Pilar, responsável de Benefícios e Compensações em Portugal, a empresa pretende continuar a crescer em Portugal. “A Mercadona pretende continuar a crescer em Portugal e o nosso objectivo é promover condições laborais competitivas, tanto a nível económico como na conciliação ou no desenvolvimento profissional. Para poder oferecer um serviço de excelência ao cliente, a empresa tem de contar com recursos humanos de qualidade, o que implica investir nas pessoas e oferecer condições que as satisfaçam e motivem para realizar o seu trabalho da melhor forma possível.”

A empresa transmitiu também que para manter o nível de compromisso e o elevado rendimento do conjunto da equipa, “mantém uma política de recursos humanos que aposta na verdade universal de para poder receber, primeiro temos de dar”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -