23 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioSociedadeMostras de pintura e artes gráficas no AMAC até final de Outubro

Mostras de pintura e artes gráficas no AMAC até final de Outubro

Exposições inauguradas este mês estão patentes em equipamento cultural no Parque da Cidade

 

- PUB -

O Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC), no Parque da Cidade, acolhe até final deste mês, na galeria vermelha ali situada, a exposição de pintura, ilustração e cerâmica “(a) risco”, da artista visual Cristina Arvana, onde a mesma explora as artes visuais como um todo. “Gosto de ex- pressar essências e contar histórias [e] traduzi-las para o meu universo visual”, afirma a designer, que recebeu a recomendação e selo Ler+ pelo Plano Nacional de Leitura em 2020.

Até 30 de Outubro, na galeria branca continuará em exibição a mostra de pintura e desenho “Os lançadores de aviões”, criada pelo artista natural de Borba, Ricardo Coxixo, a partir de um universo infantil e lúdico. Já a galeria amarela do AMAC acolhe até à mesma data a exposição de escultura “Dar Corpo à Memória”, criada por Inês Paixão, residente na cidade barreirense, numa exposição que retrata o caminho feito de sensações, emoções, memórias e experiências representadas em forma de gestos e expressões físicas do corpo humano.

Através das suas obras, a artista plástica cria “uma simbiose entre o corpo humano e os corpos orgânicos encontrados na natureza, como uma chamada de atenção para a coabitação” entre o homem e o meio envolvente.

- PUB -

Já na galeria azul daquele equipamento, até à mesma data, encontra-se ainda patente a mostra “Innocent when you Dream”, que reúne um conjunto de obras gráficas criadas por João Paulo Cotrim, que surgem como “cartazes” onde a tipografia “protagoniza uma fantástica sucessão de ícones e letras que voam”.

- PUB -

Mais populares

Árvore da Liberdade nasce no Largo José Afonso para evocar 50 anos de Abril

Peça de Ricardo Crista tem tronco de aço corten, seis metros de altura e cerca de uma tonelada e meia de peso

Cravo humano ‘nasce’ no areal da Praia de Albarquel

Cerca de quatro centenas de trabalhadores da autarquia juntaram-se após uma caminhada de três quilómetros

Cadáver em “avançado estado de decomposição” encontrado na zona da Comporta

Capitão do Porto de Setúbal invocou o segredo de justiça para não avançar pormenores sobre a ocorrência
- PUB -