4 Dezembro 2022, Domingo
- PUB -
InícioSociedadeCâmara da Moita aprovou protocolo para recolher equipamentos eléctricos

Câmara da Moita aprovou protocolo para recolher equipamentos eléctricos

Sistema oferece vantagens para a população e o ambiente

 

- PUB -

A Câmara da Moita aprovou em reunião da autarquia realizada na última semana, com os votos contra dos eleitos da CDU, a celebração de um protocolo de cooperação para um projecto-piloto de recolha porta-a-porta, de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos com a ELECTRÃO – Associação de Gestão de Resíduos.

O sistema em causa, adianta o município, oferece vantagens para a população e para o ambiente, por deixar de haver a necessidade de deslocação destes equipamentos para a via pública, que por norma são pesados e volumosos, passando a ser recolhidos nas habitações ou espaços comerciais.

De acordo com a vice-presidente Sara Silva, o serviço “é completamente gratuito para o município e para o munícipe, que deixa de ter de descartar os seus resíduos electrónicos na via pública, assegurando assim um correcto fluxo do resíduo desde o produtor à sua valorização”, permitindo que estes possam ter outro encaminhamento, à semelhança do que já acontece em Lisboa e Matosinhos.

- PUB -

“A não deposição destes resíduos na via pública melhora o ambiente, a saúde e a salubridade públicas e, por consequência da sua correcta gestão e tratamento, permite dar um contributo importante na defesa e salvaguarda do ambiente”, acrescenta a edilidade, que pretende dar mais um passo para melhorar a prestação deste serviço. Recorde-se que, por sua vez, o projecto-piloto de recolha de biorresíduos, implementado no início deste ano, abrange presentemente 390 agregados familiares e já valorizou cerca de 40 toneladas de resíduos sólidos urbanos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.
- PUB -