29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteSão Francisco abre regresso às festas tradicionais no concelho de Alcochete

São Francisco abre regresso às festas tradicionais no concelho de Alcochete

Música, largadas de toiros e sardinhada chamam à Festa de Confraternização Camponesa

- PUB -

As festas das tradições locais estão de volta ao concelho de Alcochete depois da interrupção devido à pandemia covid-19. As festividades cruzam as três freguesias e, a primeira a receber os costumes populares, é a de São Francisco com a 48.ª edição da Festa de Confraternização Camponesa, até 5 de Junho.

Este ano, a Festa de Confraternização Camponesa representa um desafio maior para a organização que assume ter sido este evento “um pouco mais difícil de organizar”, porque só foi avisada “tardiamente” que era possível a realização da mesma.

“Mas ainda assim foi possível organizar as nossas festas”, afirma Armindo Mira, presidente da Associação de Festas.

- PUB -

Adianta a associação das festas que estas apostam numa programação diversificada onde não falta muita animação musical; dia 5 o palco é de Jorge Guerreiro, que encerra a festa.

Além das actuações musicais, acontecem eventos desportivos, e hoje, 3 de Junho, há largadas de touros às 19h00 e também 30 minutos depois da meia-noite. Largadas que voltam no sábado às 18h00 e às duas da manhã de domingo. Mas ainda no sábado, às 00h00, todos são chamados à Noite da Sardinhada.

Organizadas desde 2003 pela Associação das Tradicionais Festas de Confraternização Camponesa de São Francisco, estas festividades realizaram-se pela primeira vez no ano de 1973, mas têm a sua origem nas festas camponesas em honra de Nossa Senhora da Conceição dos Matos, na altura padroeira da freguesia e dos seus camponeses.

- PUB -

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -