18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaSecundária de Palmela realça papel das mulheres na sociedade para homenagear Abril

Secundária de Palmela realça papel das mulheres na sociedade para homenagear Abril

Sessão pública contou com testemunhos sobre vivências na década de 1960 e os movimentos feministas em Portugal

 

- PUB -

“As mulheres na sociedade portuguesa antes e depois do 25 de Abril” foi o mote da sessão pública de homenagem à Revolução dos Cravos, promovida pela Escola Secundária de Palmela, que juntou, na manhã do passado dia 28, uma centena de pessoas, entre alunos, representantes da Câmara Municipal, do Conservatório Regional e da União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP).

Conceição Matos, uma das oradoras na sessão, abordou as memórias dos tempos de prisão pela PIDE na década de 1960, com um testemunho sobre a humilhação vivida, os espancamentos, a tortura, salientado que a sua força lhe adveio do lema “coragem hoje, abraços amanhã”, sobretudo nos momentos de maior fragilidade.

Já a investigadora Manuela Tavares, que também interveio, dissertou sobre o percurso dos movimentos feministas em Portugal, deixando a mensagem de que “feministas devem ser todos” em prol da igualdade entre homens e mulheres.

- PUB -

A sessão contou ainda com a leitura de textos de Maria Velho da Costa sobre a situação da mulher, com interpretações musicais por alunos que frequentam o Conservatório Regional de Palmela e com a divulgação de um azulejo alusivo aos 48 anos do 25 de Abril.

Coordenada pelas professoras Arcângela Catela e Irene Pereira, a iniciativa realizou-se no âmbito da Cidadania e Desenvolvimento e dos projectos “Aristides de Sousa Mendes e os Direitos Humanos” e “Florir os Saberes”, em execução na Secundária de Palmela. A Câmara Municipal, o Plano Nacional de Artes, o Conservatório Regional e a URAP apoiaram a iniciativa.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -