8 Fevereiro 2023, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeComunidade de São Sebastião junta-se para celebrar "intensamente" Domingo de Ramos

Comunidade de São Sebastião junta-se para celebrar “intensamente” Domingo de Ramos

População encontrou-se este ano de novo no átrio da Igreja da Boa Hora e caminhou em procissão até à Igreja de São Sebastião

 

- PUB -

A comunidade conseguiu voltar a juntar-se em São Sebastião para celebrar “intensamente” o Domingo de Ramos e “recordar a entrada triunfante de Jesus em Jerusalém”.

Depois de dois anos em que a pandemia de covid-19 condicionou as celebrações, a população encontrou-se este ano de novo no átrio da Igreja da Boa Hora e caminhou em procissão até à Igreja de São Sebastião.

Engalanados com “ramos de palmeiras e raminhos com flores de palma, oliveira, rosmaninho e alecrim, colhidos pelos agrupamentos de escuteiros 59 e 1 117”, os presentes executaram o curto percurso mas com grande significado para si.

- PUB -

Presente esteve também o “jumentinho”, conforme descrito no Evangelho, que fez a alegria das crianças da catequese. Com o burro “Júlio” foi possível simular a caminhada de Jesus e o seu acolhimento na cidade de Jerusalém.

Já os mais novos levaram consigo, além do ramo, um lencinho branco, cor que simboliza a paz. Enquanto caminhavam para a Igreja, os presentes entoavam cânticos ao Cristo Rei da Glória.

A celebração antecedeu a entrada na “Semana Santa”, na qual os cristãos “revivem a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

“Vou tentar por todos os meios que me paguem aquilo que devem”

Restaurante Novo 10 fechado devido a uma dívida de 700 mil euros, funcionários sem ordenados e situação em tribunal sem fim à vista
- PUB -