27 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeMunicípio de Setúbal instala meia centena de refugiados ucranianos na Pousada da...

Município de Setúbal instala meia centena de refugiados ucranianos na Pousada da Juventude

Do grupo, alguns membros devem ficar na cidade e outros pediram deslocação para outros distritos

 

- PUB -

A Câmara Municipal de Setúbal, através da divisão de Direitos Sociais, instalou na manhã de ontem um grupo de meia centena de refugiados da Ucrânia, que viajou até à cidade sadina a partir da Polónia, na Casa do Largo – Pousada da Juventude.

Os ucranianos, recebidos em consequência da guerra actualmente em curso entre a Rússia e o país de leste vizinho, chegaram a Setúbal “em resultado de uma iniciativa conjunta da Academia de Rugby Club, do Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos e do Colégio Crescer no Campo, com o apoio da Associação Anjos de Misericórdia”.

A Secil também apoiou a iniciativa, comparticipando a despesa com o combustível do autocarro.

- PUB -

Em comunicado, a autarquia sadina explica que o acolhimento “contou com um almoço preparado pelos restaurantes Tasquinha do Chefe Laçarote, Tudo na Broa e O Bardo – Taberna Medieval, com a colaboração de voluntários e a disponibilização do espaço Pátio da Casa”.

Na recepção dos refugiados, “dinamizada com o apoio da Edinstvo – Associação de Imigrantes de Leste e da Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Setúbal”, foram igualmente distribuídos os kits com produtos de higiene e de bens essenciais doados pelo Pingo Doce e Recheio.

Do grupo de refugiados que chegou à cidade, “alguns devem ficar em Setúbal, com famílias de acolhimento já definidas, tendo outros agregados realizado contactos e pedidos para se deslocarem para outras áreas geográficas do País, da região centro ao Algarve”.

- PUB -

Com o objectivo de apoiar a população ucraniana, a autarquia criou há cerca de duas semanas uma rede de acolhimento e integração, com quem os serviços da autarquia mobilizados para a acção ontem realizada “mantêm uma articulação de proximidade”.

Através do Conselho Local de Acção Social de Setúbal (CLAS), que envolve a Câmara Municipal, juntas de freguesia e instituições de solidariedade social do concelho, nasceu a Linha Municipal de Apoio a Refugiados, para a qual têm chegado dezenas de pedidos de apoio.

Além disso, os atendimentos efectuados para a LIMAR “estão relacionados com pedidos de apoio para bens alimentares e vestuário, documentação, encaminhamento para serviços públicos, como centros de saúde, centro de vacinação covid-19 e escolas, e outras informações úteis ao processo de integração no concelho”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos

Sonae Capital vende hotéis em Tróia

Apesar do negócio, multinacional mantém gestão do Aqualuz Tróia Mar&Rio e do The Editory By The Sea Tróia-Comporta

Bilhete de época para atrair mais vitorianos ao Bonfim em 2022/23

Sadinos avançam com medida para terem mais sócios no estádio nos jogos da Liga 3
- PUB -