18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalAlmadaCâmara de Almada aprova votos de pesar pelo bombeiro Jorge Peres Gonçalves...

Câmara de Almada aprova votos de pesar pelo bombeiro Jorge Peres Gonçalves e encenador Jorge Silva Melo

Os eleitos à Câmara de Almada aprovaram, por unanimidade, em reunião pública, na segunda-feira, um voto de pesar pela morte do bombeiro da corporação de Almada Jorge Peres Gonçalves, e um outro pelo actor, encenador, cineasta e dramaturgo Jorge Silva Melo, ambos falecidos a 14 de Março.

- PUB -

Jorge Peres Gonçalves, de quem diziam ser o bombeiro mais conhecido de Almada, morreu aos 85 anos, vítima de doença prolongada. Bombeiro de 2.ª, do Quadro de Honra, ingressou na Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Almada em 1960, tendo subido a Bombeiro de 3.ª no ano seguinte. Saiu da associação em 1997, e foi readmitido em 1973. Em 1997 passou ao Quadro Auxiliar, e de Honra em 2006.

Sempre bem aprumado, durante vários anos colaborou com a fanfarra dos Bombeiros de Almada em desfiles e aniversários de várias associações do Distrito de Setúbal.

Recebeu oito condecorações ao longo dos 35 anos de serviço, entre as entregues pela Câmara de Almada e Liga dos Bombeiros Portugueses que o distinguiu com o Crachá Ouro por serviços altamente relevantes.

- PUB -

Foi sepultado no Talhão dos Bombeiros, no cemitério de Almada.

O homem de cultura Jorge Silva Melo morreu aos 73 anos, em Lisboa, sua cidade natal, vítima de doença oncológica.

Co-fundador do Teatro da Cornucópia, em 1973, com Luís Miguel Cintra, e fundador dos Artistas Unidos, em 1995, que dirigiu até à sua morte, Jorge Silva Melo era um criador inquieto e foi uma referência para várias gerações de artistas, no palco e fora dele.

- PUB -

Os eleitos de Almada expressaram condolências às famílias e amigos de ambos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -