18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeAlunos de Arquitectura da Universidade de Lisboa ‘desenham’ futuro da Trafaria

Alunos de Arquitectura da Universidade de Lisboa ‘desenham’ futuro da Trafaria

“Expansão Sul” e “Museu do Tejo” são propostas que tiveram por conceito base “o planeamento da expansão sul da freguesia

 

- PUB -

Os alunos de Mestrado da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa foram desafiados pela Câmara de Almada para perspectivarem como poderá ser qualificado o território da Trafaria. Os cenários propostos estão agora, e até 1 de Abril, em exposição na Oficina de Artes e Ofícios de Porto Brandão.

Esta mostra integra o ciclo de conferências dos Laboratórios de Projecto IV e V da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa (FAUL) – com próxima sessão amanhã, 18 de Março, às 18h30, na Oficina de Artes e Ofícios de Porto Brandão, sendo esta uma parceria institucional entre a FAUL e a Câmara Municipal de Almada, apoiada pelo Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design e pela Fundação Serra Henriques.

“Expansão Sul” e “Museu do Tejo” são propostas académicas apresentadas na exposição, e tiveram por conceito base “o planeamento da expansão sul da Trafaria, como é o caso do Quartel da Trafaria e a sua envolvente”, informa a autarquia.

- PUB -

Deste desafio municipal, resultaram diversos cenários que “dão pistas sobre a futura qualificação daquele território, criando dinâmicas de desenvolvimento da sua frente ribeirinha, salvaguardando os valores naturais, paisagísticos, culturais e patrimoniais”.

Na cerimónia de inauguração da exposição, que decorreu a 11 de Março, José Pedro Ribeiro, vereador responsável pelo Urbanismo, afirmou que “o território da Trafaria tem um enorme potencial de desenvolvimento e é uma aposta clara da Câmara Municipal de Almada”, e apontou o caso das instalações do Instituto de Artes e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa, no antigo Presídio da Trafaria.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -