20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeConsultas descentralizadas de hepatites começam hoje no Laranjeiro

Consultas descentralizadas de hepatites começam hoje no Laranjeiro

O objectivo é controlar e erradicar a hepatite B e a hepatite C até 2030, sublinha o Hospital Garcia de Orta

 

- PUB -

O Centro Integrado de Respostas de Saúde e Sociais (CIRSS), na freguesia do Laranjeiro, começa a realizar a partir de hoje, 3 de Março, consultas descentralizadas de hepatites.

Tem por base um modelo “integrado de gestão de caso, centrado na pessoa, mediante avaliação das suas necessidades de saúde e sociais, bem como para a aquisição de estratégias e competências com vista à autonomia e melhoria da sua qualidade de vida”, explica o Hospital Garcia de Orta (HGO), um dos parceiros deste serviço.

O objectivo é “controlar e erradicar a hepatite B e a hepatite C até 2030”, refere nota de Imprensa do HGO, apontando o que foi assumido pela Organização Mundial de Saúde. A isto acrescenta que “esta nova consulta descentralizada procura dar resposta a população de risco que não recorre habitualmente às unidades de cuidados de saúde primários nem hospitalares”.

- PUB -

Sublinha a unidade hospitalar de Almada, que “é necessário um acompanhamento adequado”, sendo que o tratamento “passa essencialmente por permitir que o fígado possa recuperar. O recurso a medicamentos específicos é importante nas formas mais graves e crónicas, e deve ser sempre avaliado caso a caso”.

A consulta descentralizada para o tratamento de hepatites do HGO, na comunidade, será realizada por uma médica infecciologista do mesmo hospital, todas as quintas-feiras, entre as 14h00 e as 20h00, e será assegurada a realização de exames auxiliares de diagnóstico e a cedência de medicação de uso exclusivo hospitalar prescritos, no âmbito da consulta.

O Centro Integrado de Respostas de Saúde e Sociais resulta de uma parceria entre o HGO, GAT – Grupo de Activistas em Tratamentos, Agrupamentos de Centros de Saúde Almada Seixal, Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e Câmara Municipal de Almada.

- PUB -

Embora as hepatites sejam doenças evitáveis, tratáveis e, no caso da hepatite C, curável, afectam 325 milhões de pessoas em todo o mundo, causando 1,4 milhões de mortes por ano.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -