17 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioSociedadeEspectáculo de dança oriental leva beleza e sensualidade ao palco do Auditório...

Espectáculo de dança oriental leva beleza e sensualidade ao palco do Auditório Bocage

Escola de Catarina Branco estreia-se amanhã perante o público. “Alma do Oriente” intitula o “show” que será apresentado por Rita Pereira

 

- PUB -

A beleza e sensualidade da dança oriental mostram-se já amanhã à cidade de Setúbal. Ao palco do Auditório Bocage vão subir, a partir das 21 horas, 35 alunas da escola “Catarina Branco Oriental Studio”, que vão dar corpo ao espectáculo árabe intitulado “Alma do Oriente”.

Com apresentação a cargo de Rita Pereira, o “show” – que engloba actuações a solo e em grupo – marca a estreia da escola de dança ao vivo, em termos presenciais, perante o público, conforme revela Catarina Branco, fundadora do projecto artístico.

“Depois de dois anos de pandemia, considerámos que chegou finalmente o tempo de realizarmos um espectáculo em palco com as alunas reunidas. Será a primeira vez, pelo estúdio, em que deixamos o ‘on-line’ e subimos a palco, neste caso do Auditório Bocage, onde também nos vamos estrear, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal”, explica a responsável.

- PUB -

“O espectáculo, que não tem propriamente storytelling, conta com várias actuações para apresentar o trabalho desenvolvido pelas alunas em vários níveis, desde um nível mais inicial até um mais profissional”, adianta Catarina Branco.

Com vários estilos e acessórios típicos da dança oriental e de folclore árabe, como o Estilo Clássico, Mejancé, Percussão, Baladi e Shaabi, “a ideia é que haja diversidade em cima do palco”.

“Na escola fazemos questão de apresentar os diferentes estilos que existem”, confessa. E também o título do espectáculo surge nesse sentido, “de apresentar ao público todo o mundo à volta da dança oriental, sempre numa onda da energia, essência e atitude das alunas em palco”.

- PUB -

“A dança é sempre uma expressão do nosso eu e pretendemos trazer a essência da dança arábe para o palco, neste caso para Setúbal”, realça. Em palco estarão, assim, 35 alunas de várias cidades do Distrito de Setúbal que realizarão vários solos e actuações de grupo das cinco turmas do “Catarina Branco Oriental Studio”, que conta no total com cerca de 50 alunas.

Rita Pereira, também membro da escola, fará a apresentação e a devida contextualização de cada actuação “para que as pessoas possam estar mais informadas sobre o que é a dança oriental, ainda pouco conhecida pelo público”, explica.

Escola soma 34 prémios em festivais nacionais e internacionais

Inaugurada em 2019 por Catarina Branco, a escola tem como missão o ensino e divulgação da arte da dança oriental, situa-se no centro de Setúbal e nas palavras da fundadora “destaca-se pelo ensino completo e de qualidade da arte da dança oriental, com o foco na evolução dos praticantes e na formação de bailarinas profissionais”.

Realizou actividade durante poucos meses até surgir a pandemia e durante este período “aderiu às aulas ‘on-line’, através da plataforma Zoom”.

“Sem a oportunidade de fazer espectáculos presenciais, acabámos por fazê-los de outra forma, ‘on-line’, com o objectivo de as alunas continuarem motivadas, actuarem e apresentarmos o trabalho que desenvolvemos durante o ano”, lembra.

Entre professora e alunas, o estúdio já arrecada 34 prémios conseguidos em mais de 10 festivais nacionais e internacionais, como o Ahlan Wa Sahlan, no Egipto, Oriental Marathon Montepellier, em França, Oriental Dance Weekend, em Portugal, Dancing World, na Figueira da Foz, e o festival Portugal a Dançar.

Para este ano, tem já em agenda o Maktub Dance Festival, a 9 e 10 de Julho, em parceria com o município setubalense, no Jardim do Bonfim, a celebração do Dia Mundial da Dança, em Maio, e o habitual espectáculo de fim de ano da escola, em data a definir.

Sara Naadirah Maior referência nacional também vai actuar

O espectáculo “Alma do Oriente”, que será apresentado na noite desta sexta-feira no Auditório Bocage, contará ainda com a actuação da professora Catarina Branco.

E também com a participação de uma convidada especial: a bailarina e professora Sara Naadirah – “uma das maiores referências da dança oriental nacional, que vem a Setúbal para participar no espectáculo e actuar”, revela a responsável pela escola sediada na cidade setubalense.

Os bilhetes, no valor de sete euros, poderão ser reservados ‘on-line’ ou presencialmente no “Catarina Branco Oriental Studio” e amanhã no próprio Auditório Bocage, cerca de meia hora antes de o espectáculo ter início.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -