23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioSociedadeAssociação Sebastião da Gama estabelece como prioridade obter estatuto de utilidade pública

Associação Sebastião da Gama estabelece como prioridade obter estatuto de utilidade pública

Plano de actividades apresentado no dia em que se assinalaram os 70 anos sobre a morte do poeta da Arrábida

 

- PUB -

No dia em que se assinalaram os 70 anos sobre o falecimento de Sebastião da Gama, a Associação Cultural com o seu nome apresentou na Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama, em Vila Nogueira de Azeitão, o seu plano de actividades para o presente ano.

Entre diversas iniciativas, o programa definido mantém como principal objectivo continuar a homenagear a vida e obra do poeta azeitonense, sem esquecer a sua esposa Joana Luísa, e será, segundo explicou o presidente da associação Lourenço de Morais na cerimónia realizada na passada segunda-feira, concretizado à luz de um verso de António Ramos Rosa: “Deixaste-me a responsabilidade tremenda de sobreviver-te”.

“Queremos que esta terra não se esqueça de um dos seus marcos, o poeta que deu nome a esta Casa-Memória, juntamente com o seu grande pilar, a Joana Luísa, que teve o cuidado e o amor para o manter vivo até hoje”, realçou Lourenço de Morais.

- PUB -

No domínio das actividades internas, a prioridade passa por conseguir que a Associação Cultural Sebastião da Gama, com 16 anos de vida, obtenha o estatuto de utilidade pública.

“A conservação do espólio e obra literária do poeta é um fim público, que marca a entidade da região. Viu reforçada a sua utilidade pública através do protocolo celebrado com a Câmara Municipal de Setúbal e a Junta de Freguesia de Azeitão, que deu origem à casa onde estamos hoje, integrada na rede municipal de museus”, considera.

A modernização da imagem da associação é igualmente um dos objectivos, processo que já se encontra em curso, com novo logótipo da autoria de Raul Reis, e canais de comunicação activos. No sentido de guardar e conservar o espólio do poeta da Arrábida, o actual presidente da associação realça “a verdadeira construção do centro de estudos”.

- PUB -

Reforçar o fundo bibliográfico, com obras de referência sobre Sebastião da Gama, a sua obra ou temas que lhe eram queridos, como a Arrábida e o ensino, e criar um regulamento para acesso à documentação existente é igualmente uma meta a que a associação se propõe.

Casa-Memória será lugar “onde se pensa a educação e o ensino”

Homenagear Joana Luísa da Gama encabeça o rol das actividades externas para 2022. “Enquanto amor-maior de Sebastião da Gama e guardiã da sua memória ao longo de décadas, a associação não pode esquecer a sua associada n.º1.

Por isso, pretende promover a atribuição do seu nome a uma rua do concelho e evocá-la em cerimónia pública”, partilhou Lourenço de Morais.

O regresso às escolas está também entre os planos, “com a promoção de projectos educativos que possam ser introduzidos nos currículos escolares, dando a conhecer o poeta e a sua obra”.

No presente, já se encontra a decorrer o concurso de poesia para alunos da EB 2,3 de Azeitão, sem esquecer a intenção de tornar a Casa-Memória “um lugar onde se pensa a educação e o ensino” e “que o amor do poeta à Serra da Arrábida justifica que esta casa se torne também instituição de referência na divulgação e reunião de conhecimento sobre a mesma”.

Regresso das Jornadas entre os planos para o futuro

Na demanda de levar o poeta para o espaço público, estão já agendadas para Abril, mês em que se celebra o seu nascimento, iniciativas que contam com Sebastião da Gama como autor do mês na Biblioteca Municipal de Setúbal e conversas e leituras na Casa da Poesia de Setúbal.

“Além de conferências, vídeos e homenagens que pretendemos realizar, consideramos ainda que é tempo de retomar as Jornadas, fazendo-as incidir sobre as diversas temáticas que abarcamos: Sebastião da Gama, Joana Luísa da Gama, a Arrábida e a educação”, informou o presidente, para acrescentar que “uma das primeiras tarefas que a associação dinamizará na Casa-Memória será a renovação da exposição com objectos pessoais do poeta, actualmente patente no piso térreo”.

Nos planos para o futuro consta igualmente um anexo da Casa-Memória, “um pavilhão” que, nas palavras de Lourenço de Morais, “necessita de uma

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -