20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeFórum Quintacondense e CNE dinamizam debate

Fórum Quintacondense e CNE dinamizam debate

O Agrupamento de Escolas Michel Giacometti recebeu a iniciativa “Votar, porque não?”, dinamizada pelo Fórum Quintacondense com a participação da Comissão Nacional de Eleições, representada por Marco Fernandes.

- PUB -

O debate, que contou com a moderação de Vítor Antunes e outros dirigentes do Fórum Quintacondense, surge na linha de actuação da associação, que tem como um dos principais objectivos e preocupações “encontrar uma resposta para o abstencionismo em Portugal, nomeadamente na Quinta do Conde”.

Entre as principais conclusões do debate, no qual participaram cerca de cinquenta elementos, entre estudantes, professores e membros do Fórum Quintacondense, encontra-se, de acordo com os mesmos, “a evidente necessidade de realizar com frequência estes eventos de apelo à participação cívica e interesse pela vida colectiva”.

Nas palavras de Vítor Antunes, presidente do Fórum Quintacondense, esta iniciativa “atingiu os objectivos definidos inicialmente e disponibilizou a associação para futuros eventos de natureza semelhante, independentemente do tema proposto”.

- PUB -

André Antunes, igualmente membro da colectividade, considera que ficou por responder uma questão a que urge dar resposta: “sabendo que existem indicadores que favorecem a participação eleitoral, como o crescimento económico ou o bom funcionamento dos serviços públicos e a justiça, questões que ultrapassam em parte os jovens que participaram no debate, como é que se convence o jovem que atinge a maioridade sobre a importância do voto?”.

Liliana Martins, 1.ª vogal da direcção do Fórum Quintacondense, sublinha “os exemplos dados por Marco Fernandes sobre a importância da escola pública e o importante papel das autarquias locais no apoio às associações que proporcionam a cultura e o desporto a estes jovens”.

Jéssica Pacheco, por sua vez, acrescenta que “é necessário o aprofundamento nos temas da sociedade que revelam maior complexidade, nomeadamente as funções sociais do Estado que os jovens levantaram durante o debate”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas
- PUB -