29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioEmpresasPublireportagem: No restaurante Molly’s come-se e petisca-se à portuguesa e em conta...

Publireportagem: No restaurante Molly’s come-se e petisca-se à portuguesa e em conta em Setúbal

Com uma óptima conjugação preço/ qualidade, o novo espaço quer conquistar o paladar dos setubalenses

 

- PUB -

No Bairro do Liceu, quase parede meias com a Escola Preparatória do Bocage, está um ‘oásis’, onde se pode deliciar com o regresso às origens do sabor da verdadeira comida tradicional portuguesa e da irreverência do “nosso” petisco ao final da tarde.

Com uma decoração simples, mas atractiva, o Molly’s potencia o lado mais intimista dos seus clientes no interior e o mais extrovertido na esplanada contigua.

O projecto foi idealizado e concretizado pelo empresário Luís Vale antes da pandemia atacar. Chegou a abrir portas em 2020, mas o segundo confinamento no início do ano obrigou a uma incomoda paragem. A reabertura deu-se em Abril. Desde então, de forma firme e consistente, tem vindo a ganhar a confiança dos setubalenses.

- PUB -

“Mas ainda há muito trabalho a fazer para chegarmos a toda a gente”, admite o empresário. “A pandemia veio atrasar o processo de implantação, mas confio no nosso crescimento”, acrescenta.

Até agora, revela: “O feedback de quem já nos conhece é muito bom, as pessoas gostam da nossa comida, já temos muito clientes fidelizados, mas temos capacidade para muito mais”.

Rojões à portuguesa, cozido à portuguesa, choco frito, arroz de pato, galo de cabidela, iscas, pataniscas de bacalhau e pelins fritos com arroz de tomate são apenas alguns exemplos de pratos icónicos da nossa cozinha que o Molly’s confecciona a pensar em si, em doses muito generosas. Tudo por preços acessíveis. Basta conferir: menu completo por oito euros (inclui sopa+prato+bebida+sobremesa+café).

- PUB -

Como opção tem o prato ‘à la carte’ com os preços a começarem nos sete euros e a não ultrapassarem os 12.

Petisco à tarde é grande aposta do Molly’s

Antes da hora de jantar, umas das apostas forte de Luís Vale, gerente do restaurante, é o petisco, o lanche nacional. Búzios, camarão, cogumelos gratinados, bolinhas de alheira, moelas, ovos rotos, pica-paus, chouriço assado, tábuas de queijos e bifanas são as principais referências, mais há mais e o Molly’s está preparado para o surpreender.

“A nossa ideia é dar oportunidade às pessoas para conviver e desfrutar dos nossos petiscos à boa maneira portuguesa. O espaço é bom, a esplanada coberta é muito agradável, o estacionamento é fácil e os petiscos são fantásticos”, provoca Luís Vale.

Outra boa notícia: para quem não tem tempo ou simplesmente não lhe apetece cozinhar pode ter a experiência gastronómica do Molly’s em casa. Basta ligar e fazer a sua encomenda. Pormenor: a comida é à dose e não ao peso.

Também no horário o restaurante Molly’s é generoso e versátil. Abre de segunda a quinta-feira das 10h00 às 20h30 e sextas e sábados até 22h30. Encerra ao domingo e feriados. Aceita eventos e jantares de grupo, sempre com preços muito competitivos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -