28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeExpressArte já ‘corre’ e promete quase um mês de dança, teatro e...

ExpressArte já ‘corre’ e promete quase um mês de dança, teatro e muito mais

A XXII edição começou ontem e tem programado uma mão cheia de actividades até 3 de Dezembro

 

- PUB -

O Festival ExpressArte regressou ontem às actividades presenciais, e assim vai ser até 3 de Dezembro a divulgar projectos artísticos de pessoas portadoras de deficiência. No espectáculo de abertura, durante a tarde, não faltou música, dança e teatro no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal.

“Acima de tudo, o que nos une aqui é celebrar o estarmos outra vez juntos. Sentimos que estes tempos nos obrigam a esta grande vontade de nos reencontrarmos e de celebrarmos a vida”, comentou o vereador Pedro Pina, que esteve no Luísa Todi.

O responsável pelo pelouro dos Direitos Sociais referia-se assim a um festival que, o ano passado, devido à pandemia decorreu online.

- PUB -

Num elogio ao trabalho desenvolvido pela APPACDM, o autarca referiu a instituição “que não se verga, mesmo nos momentos difíceis”, e desejou que a iniciativa que está a decorrer “una cada vez mais pessoas e partilhe momentos de felicidade”.

O Festival ExpressArte junta, anualmente, associações de apoio a pessoas portadoras de deficiências e grupos de teatro e dança que desenvolvem técnicas artísticas com finalidades terapêuticas, de diversão e inclusão social.

“Nos últimos 22 anos temos vindo a crescer e a aprender com esta iniciativa. Espero que esta edição promova mais 26 dias de momentos bonitos e mágicos”, referiu a presidente da mesa da Assembleia Geral da APPACDM de Setúbal, Leonor Serrano.

- PUB -

O XXII Festival ExpressArte – Encontro de Expressões Artísticas contempla, até 3 de Dezembro, actividades de música, dança, teatro, poesia, cinema, exposições e workshops, todas de entrada gratuita e que decorrem em espaços da APPACDM e em equipamentos dos concelhos de Setúbal, Palmela e Moita.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -