1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioSociedade“Barreiro, um Doce de Natal” regressa para segunda edição

“Barreiro, um Doce de Natal” regressa para segunda edição

Câmara do Barreiro lança novo desafio a pastelarias do concelho para participar em evento

 

- PUB -

Estão abertas as inscrições até à próxima sexta-feira, para as pastelarias do concelho participarem na segunda edição do evento “Barreiro, um Doce de Natal”, iniciativa que a autarquia barreirense volta a promover no período entre o início do mês de Dezembro até 6 de Janeiro de 2022, com vista à divulgação da doçaria típica da quadra natalícia e dos estabelecimentos do concelho.

De acordo com o município, as inscrições – que são gratuitas –, obrigam a que cada participante apresente um ou dois doces, no máximo, para consumo no decorrer desta actividade, sendo admissíveis desde doces de colher a bolos e fritos.

Para aderirem a esta acção, os interessados podem entregar a respectiva ficha de inscrição, disponível no site institucional da Câmara Municipal, no Posto de Turismo, situado no Terminal Rodo-Ferro-Fluvial (entre as 09h30 e as 13h00 e das 14h30 às 18h00), ou no Gabinete de Inovação, Desenvolvimento Económico e Turismo, sedeado no balcão único da Avenida do Bocage.

- PUB -

Recorde-se que em 2020, o desafio lançado a estes estabelecimentos de comércio contou com a inscrição de 21 participantes que, ao longo da iniciativa, colocaram para venda e consumo os doces com os quais se inscreveram.

Entre as diversas opções disponibilizadas encontraram-se o habitual Bolo Rei, Sonhos de Abóbora e o Tronco de Natal, além de iguarias como as Delícias de Amêndoa, Arroz Doce Exótico, Queijadas e Bolo Jesuíta, entre outras especialidades da época.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -