23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Almada Golfinho com 2,5 metros em exposição no Almada Forum alerta para reciclagem

Golfinho com 2,5 metros em exposição no Almada Forum alerta para reciclagem

A ideia de Xico Gaivota em construir um golfinho surgiu por esta ser uma das espécies marinhas mais icónicas

- PUB -

A escultura de um golfinho construída a partir de lixo recolhido em zonas marinhas, está em exposição até 5 de Agosto, no interior do centro comercial Almada Forum. Trata-se de uma obra do artista plástico Xico Gaivota que, desta forma, se juntou ao movimento “O Futuro do Planeta não é Reciclável”.

A ideia de ‘reproduzir’ um golfinho surgiu por esta “ser uma das espécies marinhas mais icónicas” e, com isto, “tentar despertar a atenção de mais portugueses para a reciclagem”, refere a Amarsul, empresa de Saneamento da Península de Setúbal que está neste projecto ao lado da EGF, entidade para a valorização de resíduos, Câmara de Almada e Almada Forum.

“Foi com muito orgulho que aceitei o convite para fazer esta peça no âmbito da campanha ‘O Futuro do Planeta não é Reciclável’. O objectivo é fazer-nos pensar nos nossos comportamentos enquanto habitantes deste planeta”, refere Xico Gaivota.

- PUB -

A peça, em exposição no piso zero do Almada Forum, tem aproximadamente 2,5 metros de altura e cerca de 150 quilos. Foi desenvolvida exclusivamente com fragmentos de lixo não manipulados e sem o uso de quaisquer colas ou tintas durante a sua produção. Todos os materiais usados por Xico Gaivota para esta escultura, assim como para outras peças, são recolhidos pelo próprio em praias não concessionadas da costa portuguesa.

O artista lisboeta, Ricardo Ramos de seu nome, é habitualmente reconhecido pelas suas intervenções para a consciencialização e sensibilização global sobre o lixo existente no mar. Há vários anos que percorre quilómetros pelas praias nacionais, de norte a sul, recolhendo plásticos e outros materiais que se tornam na matéria-prima para as suas criações originais, onde a temática dos animais marinhos é constante.

A escultura Golfinho “mostra o que acontece aos resíduos depois de separados nos ecopontos e tem como objectivo provocar a consciência dos portugueses, levando-os a adoptar comportamentos ambientais adequados, no sentido de proteger o planeta. O processo é simples: reduzir, reutilizar e reciclar”, sublinha a Amarsul, que durante a exposição se associou ao Recycle BinGo, uma app que terá uma promoção especial Eco Praias para todos os que façam download da mesma, disponível na App Store e no Google Play e check-in junto ao Golfinho.

- PUB -

Os utilizadores têm a possibilidade de ganhar 1 badge + 6 Ecomoedas (o dobro do que é dado normalmente) e ainda se podem habilitar a um prémio especial.

Quando terminar a exposição no centro comercial em Almada, o golfinho vai fazer uma digressão por vários espaços em todo o País.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -