28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeFestival inédito em Alcochete dedicado ao clarinete tem grande estreia marcada para...

Festival inédito em Alcochete dedicado ao clarinete tem grande estreia marcada para Outubro

Primeira edição do projecto vai contar com realização de “masterclasses”, palestras, exposições e concertos

 

- PUB -

O concelho alcochetano prepara-se para “respirar” música no próximo mês de Outubro, com a realização do inédito Festival Internacional de Clarinete de Alcochete (FICA) a acontecer entre os dias 7 e 10, no Fórum Cultural.

Entre “masterclasses”, palestras e exposições, a primeira edição do evento contará igualmente com concertos do Quarteto de Cordas com Solistas, da Banda da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898, da Orquestra do Conservatório Regional de Artes do Montijo e da Orquestra de Clarinetes de Alcochete.

Executada no âmbito do Mural 18, a iniciativa tem como objectivo “afirmar o concelho como um município com uma forte ligação à música, não só pela existência de duas bandas filarmónicas centenárias, mas também pelo facto destas entidades promoverem a educação e criação artística de crianças e jovens, evoluindo muitos deles para estudos superiores”, referiu a autarquia em nota de Imprensa.

- PUB -

A grande estreia do festival, onde o clarinete tem lugar de destaque, é resultado de uma “organização conjunta entre a Câmara Municipal, a Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 e o Conservatório Regional de Artes do Montijo”.

Para a autarquia, o FICA será “um verdadeiro espaço de partilha e aprendizagem”. Exemplo disso são as “masterclasses”, dinamizadas por professores e músicos convidados”, cuja participação a todos os interessados requer o pagamento de inscrição.

O mês de Outubro foi o escolhido para o arranque do festival por ser “um mês tradicionalmente associado a esta expressão artística”, sendo que as entradas nos concertos são gratuitas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -