22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Sociedade Cais da Moita palco de lançamento de livro sobre Golfinho que cria...

Cais da Moita palco de lançamento de livro sobre Golfinho que cria relação afectiva com comunidade

Iniciativa conta com presença do mestre João Gregório e da escritora Fátima Effe

 

- PUB -

O Cais da Moita acolhe durante esta sexta-feira, pelas 17h00, o lançamento do livro “Gregório, o Golfinho e o Varino das Histórias”, que resulta de uma recolha de histórias efectuada pelas escolas daquela comunidade.

Segundo a autarquia, a publicação baseia-se numa lenda “que conta a história de um Golfinho que, seguindo um dos nossos marítimos chegou ao Cais da Moita e estabeleceu uma relação afectiva com esta terra e estas gentes”, narrativa que serviu de mote para esta acção do serviço educativo, dinamizada pelo município moitense junto de todos os graus de ensino das escolas do concelho.

O evento, refere a edilidade, decorre no âmbito do trabalho realizado nestes estabelecimentos, envolvendo as questões do património local e ambiental, através da valorização da narrativa oral e da componente escrita, incentivando a imaginação dos alunos para a elaboração de textos que se reuniram, agora, neste livro.

- PUB -

No lançamento desta obra estarão presentes os intervenientes neste projecto – a escritora e ilustradora da Grão de Pó Fátima Effe e João Gregório, mestre do Varino –,  contando o evento com transmissão em directo pelo canal oficial do município no Youtube.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -