11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Sociedade Conferência “CUF, Azeite e Oleaginosas” vai analisar amanhã futuro do sector

Conferência “CUF, Azeite e Oleaginosas” vai analisar amanhã futuro do sector

Encontro pretende dissecar destino e sustentabilidade da indústria no País

 

- PUB -

Está marcada para amanhã, dia 6, a partir das 10h30, no Lugar do Marmelo, em Ferreira do Alentejo, a conferência “CUF, Azeite e Oleaginosas – Passado, Presente e Futuro”, integrada nas comemorações dos 150 anos do nascimento de Alfredo da Silva.

A sessão de abertura desta iniciativa, promovida pela Fundação Amélia de Mello (FAM), vai contar com as presenças da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, Nuno Canada, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e de Manuel Alfredo de Mello, em representação da FAM.

O encontro será iniciado com um filme sobre a vida e obra do industrial e inclui, durante a manhã, a realização de uma sessão sobre a “Sustentabilidade do Olival e Oleaginosas”, cujo painel de discussão será moderado pelo jornalista José Pedro Salema. Às 12h45, terá lugar a sessão de lançamento e apresentação da obra de Vasco Rodrigues “A CUF, o Azeite e as Oleaginosas – Passado, Presente e Futuro”, coordenada por Luís Folque.

- PUB -

Durante a tarde, para as 14h30, está prevista uma segunda sessão sobre “Saúde e Bem-Estar” e, uma terceira, pelas 15h30, dedicada ao tema “Inovação e Desenvolvimento de Novos Produtos”, que contará com a participação de Jorge de Melo, da empresa Sovena.

A sessão de encerramento da conferência está agendada para as 16h30. Na altura, além de Jorge de Melo, do IBET – Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica e membro da família José de Mello, estará ainda presente o Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, em representação do ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, assim como Luís Pita Ameixa, presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo.

Recorde-se que foi Alfredo da Silva – fundador da Companhia União Fabril (CUF) –, com a sua característica ambição, que “lançou as primeiras sementes para o desenvolvimento da indústria do azeite e das oleaginosas em Portugal”. Já na década de 80, o interesse por este sector aumentou quando Jorge de Mello, neto do industrial, decidiu investir na área alimentar, focando-se na extracção, refinação e embalamento de óleos alimentares.

- PUB -

Nos dias de hoje, esta indústria “tem um papel fundamental na economia nacional, desde a cultura do olival até ao consumo dos produtos que chegam à mesa dos portugueses”, recorda a FAM.

Profundamente ligados à cultura dos países do Mediterrâneo, os referidos produtos “têm um enorme impacto na saúde e bem-estar, apresentando propriedades nutricionais riquíssimas que os tornam um pilar da alimentação saudável”, acrescenta a Fundação, que lembra a importante “evolução tecnológica” que esta indústria tem vindo a apresentar, utilizando “técnicas agrícolas cada vez mais sustentáveis e tecnologia de ponta”, em benefício da sustentabilidade do planeta.

“É neste contexto que, inspirando- -nos no legado deixado por Alfredo da Silva, nesta conferência olharemos para o passado para perscrutar o futuro da indústria do azeite e oleaginosas”, acrescenta a FAM, que através deste evento pretende discutir os desafios que o sector apresenta.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -