8 Maio 2021, Sábado
- PUB -
Início Sociedade REISSWOLF é exemplo de boas práticas para preservação do meio ambiente

REISSWOLF é exemplo de boas práticas para preservação do meio ambiente

Empresa de gestão documental é consultora também em gestão ambiental

 

- PUB -

Com sede em Alcochete, a empresa REISSWOLF actua em Portugal na área da gestão documental, oferecendo um “serviço 360º” que vai desde a custódia e digitalização até à destruição confidencial de documentos, prestando ainda consultoria nas áreas de arquivo, gestão documental e ambiental.

“Presente no mercado há mais de vinte anos, a REISSWOLF é líder europeia no tratamento confidencial de dados e documentos, área na qual tem como objectivo fornecer aos seus clientes o nível mais elevado dos standards de segurança”, começa por dizer José Henrique, administrador da REISSWOLF, a O SETUBALENSE. “Ao possuirmos a credenciação de segurança industrial NATO e da União Europeia e ao termos implementada a norma DIN 66399 garantimos a segurança da informação durante todo o processo”, assegura.

Marcando presença em 35 países actualmente, em 2020, devido à pandemia de Covid-19 e face ao aumento exponencial do uso de máscaras, luvas e viseiras, a REISSWOLF decidiu criar um serviço novo, que passa pela recolha selectiva de equipamentos de protecção individual. “O objectivo é ajudar os nossos clientes a lidar de forma profissional com o tratamento deste tipo de resíduos e garantir o seu correcto tratamento ambiental”, explica.

- PUB -

Com um investimento de aproximadamente três milhões de euros realizado em instalações destinadas à sua actividade de destruição e arquivo de documentos, a relação da empresa com o concelho de Alcochete vai além da sua localização: “temos uma ligação muito forte a Alcochete, os nossos cerca de 90 colaboradores residem na sua quase totalidade em Alcochete, Montijo, Moita e Barreiro”.

Responsabilidade ambiental como caminho para o desenvolvimento sustentável

Nas palavras de José Henrique, a REISSWOLF assume “uma estratégia de responsabilidade ambiental e um compromisso para com o desenvolvimento sustentável, criando serviços e escolhendo produtos que respeitem o ambiente e que reduzam o seu impacto ambiental”.

- PUB -

O administrador da REISSWOLF refere ainda que “a legislação em vigor veio obrigar as empresas produtoras dos mais diversos resíduos, onde se incluem os resíduos administrativos, a serem tratados e encaminhados para os respectivos circuitos segundo normas e regras bem definidas, sob pena de aplicação de sanções e coimas”.

Várias têm sido as empresas do distrito de Setúbal a recorrer aos seus serviços por forma “a cumprir todos os requisitos de ‘produtor de resíduos’, nomeadamente produção de relatórios de resíduos, cálculo da pegada ecológica e controlo de outros aspectos ambientais”. A actividade da REISSWOLF contribui desta forma “para a preservação do meio ambiente”. No ano passado, mais de quatro mil toneladas de papel seguiram o processo de reciclagem indicado pela Agência Portuguesa do Ambiente, o que permitiu uma poupança de aproximadamente 70.000 árvores. Também em 2020, a REISSWOLF recebeu o estatuto de empresa certificada no cumprimento dos requisitos de boas práticas na gestão de riscos biológicos atribuídos pela empresa internacional de certificação. De acordo com a sua administração, “esta certificação tem como principal objectivo dotar as empresas de técnicas e recomendações fornecidas pela Direcção Geral da Saúde, Organização Mundial da Saúde e Autoridade para as Condições de Trabalho, para garantirem a máxima segurança no serviço que prestam”. Em termos práticos, os contentores de segurança REISSWOLF e os contentores técnicos onde são depositados os materiais obsoletos, como luvas, máscaras ou viseiras, são disponibilizados apenas após cuidadosa higienização com produtos certificados e atestados por um selo de verificação. Por seu turno, os motoristas que fazem a recolha dos contentores estão dotados de equipamentos de protecção individual adequados – luvas, máscaras, desinfectante de base alcoólica para higienização das mãos e superfícies de contacto nos veículos – garantindo a segurança de todos. Diariamente, é realizada uma “higienização exaustiva tanto à frota como aos contentores de segurança” e o administrador José Henrique assegura que “a REISSWOLF garante que todos os resíduos recebidos nas suas instalações são encaminhados para os destinatários de reciclagem indicados pela Agência Portuguesa do Ambiente, num processo validado através da guia electrónica de acompanhamento de resíduos, e-GAR, e com a emissão de um certificado de destruição”.

No período de pandemia que vivemos, esta certificação ganha “extrema importância, pois permite à REISSWOLF dotar-se de todo o conhecimento necessário para continuar a oferecer aos seus clientes um serviço seguro, protegendo os seus colaboradores e contribuindo para a luta contra o novo coronavírus e outras pandemias”.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -