30 Novembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeTdC dá visto prévio ao contrato de serviço público entre Estado e...

TdC dá visto prévio ao contrato de serviço público entre Estado e Transtejo

O Tribunal de Contas emitiu visto prévio ao contrato de serviço público assinado entre o Estado e a empresa de transporte fluvial Transtejo para os próximos cinco anos, anunciou hoje o Ministério do Ambiente e da Ação Climática.

- PUB -

Em comunicado, o gabinete do ministro João Matos Fernandes relembra que o contrato assinado em outubro do ano passado estabeleceu o modelo de compensação da empresa pelo cumprimento das obrigações de serviço público entre 2021 e 2025.

“As compensações financeiras asseguram que a oferta dos serviços definidos e impostos à Transtejo/Soflusa é financeiramente sustentável e proporciona um adequado nível de qualidade e de segurança, tendo em vista a promoção do acesso universal ao transporte fluvial, a coesão territorial e o cumprimento dos direitos dos utilizadores”, lê-se na mesma nota.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, e Lisboa, enquanto a Soflusa é responsável por ligar o Barreiro à capital.

- PUB -

Segundo o Ministério do Ambiente, que tutela os transportes urbanos, a empresa passa a dispor “dos meios suficientes para assegurar a manutenção e renovação da sua frota, para dar execução aos vários projetos de modernização e para se munir dos recursos humanos e materiais necessários para assegurar” os serviços de transporte fluviais.

Para a tutela, este é “mais um momento-chave” para a promoção do transporte público urbano de passageiros, uma “prioridade” do Governo alinhada com “os objetivos de descarbonização da economia, para os quais o setor dos transportes contribui expressivamente”.

“Só desta forma será possível assegurar as ligações nos termos propostos – horários e tarifário –, e os planos de manutenção e reparação da frota e das instalações que permitam a realização dos serviços de transporte fluvial adequados às necessidades de mobilidade das populações, em normais condições de segurança e fiabilidade”, é referido no comunicado.

- PUB -

Em 01 de outubro, o Governo anunciou o pagamento de mais de 74 milhões de euros de compensações financeiras à Transtejo e à Soflusa, a ser feito entre 2021 e 2025, no âmbito das obrigações de serviço público.

Em comunicado divulgado na altura, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática indicou que o projeto de resolução do Conselho de Ministros aprovado nesse dia autorizava o pagamento de 14,283 milhões de euros para compensações financeiras pela disponibilização das infraestruturas e 60,393 milhões de euros pelo cumprimento de obrigações de serviço público.

O pagamento destas compensações, decorrentes das obrigações de serviço público impostas às empresas, será regulado através de um contrato de serviço público, acrescentou.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -