8 Maio 2021, Sábado
- PUB -
Início Sociedade Escola Profissional do Montijo já tem as inscrições abertas para o próximo...

Escola Profissional do Montijo já tem as inscrições abertas para o próximo ano lectivo 2021-2022

Restauração, Turismo e Lazer, Metalurgia e Metalomecânica, Ciências Informáticas e Audiovisuais e Produção dos Media são as apostas de formação

 

- PUB -

A pensar já no próximo ano letivo a Escola Profissional do Montijo (EPTM) pretende ministrar diversos Cursos Técnicos Profissionais, de nível 4, com equivalência ao 12º ano, que aguardam, no entanto, aprovação, em candidatura pedagógica, pelo Ministério da Educação. A aposta da EPM é em áreas de formação, como a Hotelaria e Restauração (Curso Técnico de Cozinha e Pastelaria e Curso Técnico de Restaurante/Bar); Turismo e Lazer (Curso Técnico de Turismo); Metalurgia e Metalomecânica (Curso Técnico de Mecatrónica Automóvel), Ciências Informáticas (Curso Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos) e Audiovisuais e Produção dos Media (Curso Técnico de Multimédia).

De acordo com a escola, a importância da Formação Profissional é cada vez mais evidente, tanto para quem emprega como para os jovens que pretendem, de futuro, diversas oportunidades de carreira. Tal situação apresenta ainda a vantagem de a aquisição de competências a nível do saber ser, estar e fazer.

Na escola Profissional do Montijo, os alunos têm ainda a possibilidade do desenvolvimento de uma Formação Prática em Contexto de Trabalho (FPCT), que proporciona uma experiência real, integrada no Plano Curricular do curso, na área tecnológica correspondente, que é planeado, desenvolvido e monitorizado pela entidade de acolhimento. Esta formação é realizada através do desenvolvimento de actividades profissionais, também sob a coordenação e acompanhamento da escola. Permite, sobretudo, a aquisição ou o desenvolvimento de competências técnicas, relacionais e organizacionais, significativas para o perfil associado ao curso frequentado pelo aluno.

- PUB -

Os alunos do Ensino Profissional podem também optar por frequentarem um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP), que não confere um grau académico, mas sim o nível 5, do Quadro Nacional de Qualificações e ainda a possibilidade da continuidade de estudos com o ingresso no ensino superior.

 

 

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -