10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Sociedade Comunistas reafirmam que o Serviço Nacional de Saúde tem de ser gratuito

Comunistas reafirmam que o Serviço Nacional de Saúde tem de ser gratuito

O PCP não aceita sistema de saúde tendenciosamente gratuito. Seixal exige centros de saúde em Foros de Amora e Aldeia de Paio Pires

 

- PUB -

Algumas dezenas de militantes e simpatizantes do Partido Comunista Português do Seixal e Almada concentraram-se, em Almada, na tarde do passado dia 18 Fevereiro, pela defesa e reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Um dia que os comunistas destinaram a dezenas de iniciativas em todo o País, visando chamar a atenção para a gravidade dos problemas que afectam os serviços de saúde e a necessidade de se tomarem medidas urgentes e eficazes para os ultrapassar.

Protesto ao vento e chuva

Fazendo ‘boa cara’ à chuva e vento, que começaram no momento em que iniciava a sua intervenção, Armindo Miranda, do Comité Central do PCP, apontou o SNS universal e gratuito como uma das “maiores conquistas do 25 de Abril”. “Lamentavelmente”, prosseguiu o dirigente comunista, o “Partido Socialista e o Partido Social Democrata não demoraram a substituir o gratuito por tendenciosamente gratuito”, o que veio alterar muita coisa. “Hoje, sabemos que Portugal é dos países da União Europeia em que mais se paga pela assistência médica e medicamentosa”, sublinhou.

- PUB -

“Há quem advogue, não nós, que os portugueses com mais rendimentos devem pagar mais pela saúde. Nós achamos que esses têm é de pagar impostos justos correspondentes ao seu verdadeiro património”.

Armindo Miranda justificou a posição do PCP afirmando que os portugueses já pagam muitos impostos indirectos, tendo dado como exemplo o IVA.

Não é uma dádiva

- PUB -

“A gratuitidade da assistência médica não é uma dádiva, mas um direito dos portugueses”, reiterou. Aliás, o “PCP avançou, nos últimos tempos, com 55 propostas para que a lei se encaminhe nesse sentido”, mas todas essas “iniciativas legislativas foram recusadas pelo PS e pelo PSD”, o que regozijou as ordens e a medicina privada, “que arrecada milhões e milhões de euros com a desgraça dos portugueses”. E acrescentou: “É o que faz a ganância!”

Armindo Miranda recordou que o PCP propôs, já lá vão trinta anos, a criação de um Laboratório Nacional do Medicamento, desiderato que está longe de se concretizar.
“Vem agora Guterres dizer-nos que o progresso científico deve ser posto ao serviço da Humanidade. Concordamos com ele, embora saibamos que as palavras de secretário-geral da ONU não passam de pura retórica”. E na mesma linha de pensamento acrescentou que “nunca se produziu tanto como hoje. Se os resultados do trabalho fossem distribuídos justamente, os povos viveriam actualmente melhor do que nunca. É preciso que o progresso seja posto ao serviço dos povos e não do grande capital”.

Seixal a alerta

José Lourenço, presidente da Comissão de Utentes da Saúde do Concelho do Seixal, após a concentração, lembrava que “o Governo anunciou que 1 383 milhões de euros da chamada ‘bazuca europeia’ se destinam ao SNS, nomeadamente, ao reforço dos cuidados de saúde primários, continuados e paliativos e ao futuro Hospital do Seixal, entre outros”, comentou a O SETUBALENSE.

“É desejo da população do Seixal que este plano contemple a construção das unidades de Foros de Amora e Aldeia de Paio Pires, bem como o reforço das camas de cuidados continuados, a criação de camas para cuidados paliativos [inexistentes num concelho com 170 mil habitantes] e que o Hospital Garcia de Orta veja, finalmente, concretizada a modernização dos seus equipamentos e serviços e reforçados os recursos humanos, há muito em estado de ruptura”, frisou José Lourenço

“O concelho do Seixal tem estruturas, instaladas pelas autarquias, para vacinar contra a Covid-19 cerca de 5 mil utentes por semana, podendo quase duplicar esse número, se necessário”.

E a rematar: “Esperemos que o ritmo a que estão a chegar as vacinas seja regularizado, em breve, para que a população seja imunizada o mais rapidamente possível e possamos todos sair deste pesadelo sanitário.”

 

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -